Comando Noticias– Seu Portal de Notícias em Indaiatuba - 20/02/2018

Publicado em: 07 fevereiro 2018

Sindicato de motoristas e cobradores anuncia greve geral para sexta-feira

A informação foi confirmada ao Comando Notícia por telefone por um dos representantes dos trabalhadores Citi.

print transmissão ônibus2

HUGO ANTONELI JUNIOR

INDAIATUBA – O Sindicato dos Rodoviários (Sitracr) anunciou uma greve geral de motoristas e cobradores a partir da meia-noite de sexta-feira, dia 9 de fevereiro. A informação foi confirmada ao Comando Notícia por telefone por um dos representantes dos trabalhadores da Companhia de Transportes de Indaiatuba (Citi), da Rápido Sumaré. As mudanças foram anunciadas nesta quarta.




Eles reivindicam que todos os funcionários da Citi sejam contratados pela Sou Indaiatuba, empresa que assume o transporte público a partir de sábado, dia 10, incluindo os mais de 60 cobradores. O Comando Notícia questionou a Prefeitura e a mesma afirmou que desconhece qualquer informação oficial sobre paralisação do transporte público. “Caso realmente ocorra, a Administração Municipal tomará as providências necessárias, sempre a favor da população.”

De acordo com o sindicato, os trabalhadores também querem receber um montante de dívidas que ultrapassa os R$ 5 milhões da antiga empresa Indaiatubana e que a Citi teria se comprometido a pagar, só que para serem contratados pela nova empresa os trabalhadores precisariam pedir demissão e perder os direitos à esse recebimento.

Usuários ficam mais de 1h40 sem ônibus

Na praça Dom Pedro II, no Centro, usuários relataram ao Comando Notícia que ficaram entre 10 e 11h40 sem coletivos disponíveis. Diversos motoristas de aplicativos como o Uber foram acionados para quem não podia esperar. O Comando Notícia mostrou imagens ao vivo o retorno das operações com um ônibus da linha Jardim Brasil/Carlos Aldrovandi.

Usuários do transporte público de diversos bairros como Jardim Morada do Sol, Parque Campo Bonito, Caminho da Luz e Hubert também confirmaram que as operações das linhas estavam muito atrasados em relação à programação normal. Os horários foram se normalizando durante a tarde desta quarta-feira.

print transmissão ônibus

Transmissão ao vivo do Comando Notícia mostrou o retorno da circulação dos ônibus. Imagem: Reprodução

Citi entra na Justiça

Em nota, a Rápido Sumaré afirmou que ingressou com nova ação judicial para recorrer da decisão que a impede de continuar trabalhando em Indaiatuba pois entende que, em momento algum, deixou de cumprir o contrato assinado com a Prefeitura.

“E lamenta a paralisação feita pelo Sindicato dos Rodoviários, primeiro reflexo das medidas irresponsáveis tomadas pelo atual prefeito, que culminarão com a demissão de centenas de trabalhadores. É de conhecimento da opinião pública que os ônibus da outra empresa não têm o posto de trabalho dos cobradores. A nossa prerrogativa sempre foi a de manter os postos de trabalho.

A Rápido Sumaré reitera os compromissos assumidos com a população e com a qualidade interesses escusos envolvidos nesses atos irresponsáveis praticados pelo senhor prefeito municipal.”

Sancetur diz que trabalhadores terão preferência

Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (7), representantes da Sou Indaiatuba afirmaram que os funcionários da Citi terão preferência na contratação pela nova empresa. “Vamos esperar até o último minuto e se eles vierem para ser contratados, nós dispensaremos trabalhadores que não sejam de lá para admiti-los”, afirma o administrador Marco Antônio Nassif Abir Chedid.

Há também um documento datado do dia 31 com assinatura do sindicato informando que haveria preferência de contratação “a todos os motoristas do transporte urbano de passageiros da cidade”, sem citar os cobradores, mas a Sancetur afirma que se trata de todos os trabalhadores.

Prefeito diz que empresa pode entrar antes de houver greve

O prefeito Nilson Gaspar (PMDB) afirmou na mesma entrevista coletiva que se a paralisação que acontecia naquele momento continuasse, iria modificar o decreto e convocar imediatamente a Sancetur para assumir os serviços, antes mesmo de sábado, dia 10, que é quando está prevista a mudança.

Foto: Comando Notícia

Notícias relacionadas

Siga nossa página no facebook
error: Conteúdo Protegido!