IndaiatubaPolícia

Acusado de fazer “roleta-russa” em roubo foi baleado pela Guarda em 2008

Um dos detidos na tarde da última sexta-feira (16) pela Guarda Civil, acusado de  tortura psicológica “Roleta Russa” em um casal  durante um roubo a  residência no bairro Jardim União em Indaiatuba (SP), já tinha sido baleado pela Guarda Civil em 2008 após um roubo a uma casa no Recanto Internacional de Viracopos.

Na época 16 de outubro de 2008, dois ladrões um deles portando um revolver  renderam os moradores que saíam da residência, e anunciaram o assalto ordenando que eles retornassem para dentro  da casa. O casal foi trancado no banheiro em seguida os criminosos recolheram alguns pertences das vítimas  e fugiram em uma moto Honda/ Sport vermelha.

Minutos apos o roubo a viatura de prefixo GM-025 avistou a moto pela Estrada do Fogueteiro vindo em direção da viatura, foi dado sinais sonoros e luminosos para que parassem, mas não foram atendido. Os Guardas municipais continuou a perseguição, insistindo para que a dupla parasse, mais uma vez não foi atendida.

Na Avenida Almirante Tamandaré, o garupa  virou para trás  e fez dois disparos contra a viatura da corporação , que revidaram com outros dois disparos. Na Avenida Presidente Vargas , o condutor da moto perdeu o controle quando novamente o garupa efetuou mais três disparos em direção a viatura. No revide, com mais quatro tiros, o garupa foi atingido. O piloto da moto acabou se entregando, deitando no chão. A viatura GM-025 foi atingida no para-choque atingindo o radiador.

O assaltante alvejado foi socorrido ao Haoc, onde passou por uma cirurgia. No pronto socorro foi localizado em poder do ferido um relógio de pulso que havia sido roubado do casal no imóvel. Outros pertences também foram recuperados pela GM. O caso foi apresentado na Delegacia Central.

Por Comando Uno

Foto: Arquivo/ Comando Notícia