americanaCidades

Americana confirma a primeira morte por coronavírus

com informações do G1 Campinas

Americana (SP) confirmou na tarde desta sexta-feira (3) a primeira morte provocada pelo novo coronavírus. O paciente é um idoso de 64 anos, que teve óbito confirmado em 27 de março após ser atendido em hospital particular do município. Segundo a prefeitura, com este resultado o município registra quatro casos confirmados de Covid-19, enquanto há 38 suspeitos à espera de exames – nove deles internados em hospitais, 14 mantidos em isolamento domiciliar, enquanto 15 já cumpriram o período de isolamento. Dez já foram descartados.

Em nota, a administração informou que a vítima começou a ter sintomas em 13 de março e procurou por assistência de um hospital particular no dia 23, quando foi diagnosticado com pneumonia bacteriana. Com isso, recebeu prescrição de antibiótico e foi liberado para tratamento em casa. Após três dias, segundo a prefeitura, a febre passou, mas ele continuou a relatar falta de ar e cansaço. Ele foi internado à 1h30 do dia 27, levado para a UTI, mas houve agravamento do quadro e a morte foi confirmada por volta das 12h30. “Ressalta-se que o exame para coronavírus foi feito assim que o paciente deu entrada para internação e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz”, diz texto.

Valinhos

A Prefeitura de Valinhos (SP) confirmou nesta sexta-feira (3) mais duas mortes suspeitas por novo coronavírus, totalizando seis registros que aguardam exames. Um dos óbitos ocorreu nesta quinta (2) a Santa Casa; a paciente tinha 64 anos e sofria de doença neurológica e doença vascular crônica. A morte mais recente foi na manhã desta sexta, no Hospital Galileo; um homem de 60 anos com histórico de doença cardíaca pulmonar. A cidade tem três casos confirmados de Covid-19 e outros 131 aguardando confirmação de exames. O número de casos que estavam em investigação e foram descartados é de 26.

foto: divulgação