IndaiatubaPolícia

Após 26 anos de trabalho, Cabo Ramos se despede do Corpo de Bombeiros de Indaiatuba

A base do Corpo de Bombeiros de Indaiatuba (SP) despediu-se no último dia 12 de outubro, do cabo Paulo Márcio da Silva Ramos, que irá se aposentar assim que retornar das licenças que tem direito, depois de 26 anos de serviços prestados à corporação. Ele ingressou no Corpo de Bombeiros em 1994, passando pelo Grupamento no município de  São Paulo, onde permaneceu até 2009. Foi transferido para Indaiatuba em agosto do mesmo ano, onde ficou até outubro do ano passado (2019). Em abril 2014 foi promovido à cabo.

O último dia de atuação do cabo na base foi marcado pelo tradicional banho de despedida. Em homenagem, seus companheiros de farda também participaram.

O Cabo Ramos também trabalhou  na  Unidade de Resgate (UR), viatura equipada com suporte  para salvamento e resgate de vítimas de acidentes, ferimentos provocados por arma de fogo e afogamentos. A guarnição é formada por três bombeiros. Além de prestar atendimento no local, a UR encaminha a vítima até um hospital mais próximo com capacidade também para atender a mesma. Ele também atuou no caminhão Auto Bomba (AB), que atende diversos tipos de ocorrências em Indaiatuba, entre eles grandes incêndios, além de fazer salvamentos de altura e acidente com vítimas presas em ferragens.

“E com muita tristeza vou me despedindo do Corpo de Bombeiros, estou deixando tudo aquilo que sempre gostei de fazer à população. A instituição Corpo de Bombeiros é um trabalho que lida com vidas, então somos reconhecidos pela população, e isso é gratificante”.

 

Fica registrada aqui, a nossa homenagem e o nosso muito obrigada a um dos tantos heróis de farda que fazem por Indaiatuba e por todos os indaiatubanos. Obrigada, cabo Paulo Márcio.

Abaixo, você acompanha fotos que contam um pouco de sua trajetória em Indaiatuba.

 

O telefone do Corpo de Bombeiros para emergências é o 193. Número disponibilizado de forma gratuita em todo território nacional.

Ao ligar para o 193, tenha sempre em mãos dados que possam ser transmitidos prontamente ao atendente para agilizar o atendimento; como o endereço do ocorrido, características específicas do evento e condições das vítimas.

 

 

 

Por Comando Uno

Foto: Arquivo/ Comando Notícia