Cidades

ARTESP intensifica prevenção de queimadas na Operação Corta-Fogo

Desde segunda-feira (14), a ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e as 20 concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias participam da nova edição da Operação Corta-Fogo, programa estadual de prevenção e combate às queimadas coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA). Com o objetivo de conscientizar a população e intensificar o monitoramento em áreas de maior incidência de focos de incêndio, ações preventivas serão destinadas a evitar ou controlar acidentes causados pela fumaça das queimadas na fase vermelha da campanha, de junho a setembro, quando ações de combate ao fogo e de fiscalização repressiva são priorizadas e as estratégias de comunicação e campanhas preventivas ganham reforço.
Na época mais seca e fria do ano, o inverno, os períodos de estiagem aumentam a propagação de incêndios. Os trechos rodoviários são diretamente afetados porque, além da fumaça comprometer a vegetação que margeia as estradas, agredindo o meio ambiente, há a diminuição considerável da visibilidade dos condutores nas vias. De acordo com o levantamento da ARTESP, a partir de informações das concessionárias, em 2020, foram contabilizadas e atendidas 7.805 ocorrências de queimadas, das quais 4.202 (54%) aconteceram no período entre junho e setembro. Os meses mais críticos que apresentaram maior incidência de registros foram agosto e setembro, totalizando 2.575 casos, equivalentes a 33% do total de queimadas ocorridas durante todo o ano de 2020.
Em 2021, assim como em anos anteriores, a iniciativa promovida pela ARTESP e pelas concessionárias que administram as rodovias paulistas contemplará campanhas educativas de conscientização, entre os meses de junho e setembro, sobre os comportamentos dos usuários que mais provocam incidentes de queimadas, como soltar balões ou desprezar bitucas acesas de cigarros. As mensagens de alertas serão inseridas nos painéis eletrônicos distribuídos pela malha rodoviária.
Com informações: Portal do Governo de SP