CidadesPolítica

Bolsonaro toma posse como presidente às 15 horas nesta terça

Equipe de segurança faz ensaio para posse do presidente eleito Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios

Por volta das 15 horas o Brasil desta terça-feira, dia 1º, verá ter um novo presidente. Jair Bolsonaro (PSL), eleito nas eleições de outubro deve tomar posse em uma cerimônia que deve ser transmitida por todas as redes de televisão do País. Confira agora os detalhes de como será a posse e horários. A última vez que houve troca de faixa entre presidentes foi em 2011 com Lula e Dilma, ambos do PT.

O roteio para a cerimônia de posse prevê o deslocamento do comboio presidencial da Residência Oficial da Granja do Torto até a Catedral de Brasília às 14h15. Às 14h45, o casal Bolsonaro deve entrar no Rolls Royce, seguido também em carro aberto, pelo casal Mourão.

A chegada ao Congresso é prevista para 14h50 e uma hora depois começa o deslocamento até o Palácio do Planalto que, a depender das condições meteorológicas, também deve ser em carro aberto. Às 18h25, a expectativa é de que presidente e vice cheguem ao Itamarty para um coquetel com ministros, políticos e chefes de Estado.

A previsão da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal é que a Esplanada dos Ministério receba de 250 até 500 mil pessoas para a posse. Mais de 2,6 mil policiais militares trabalharão na região da Esplanada. A Operação contará com ações conjuntas de órgãos federais e distritais, entre os quais Exército, Polícia Federal, Secretaria da Segurança Pública, as polícias militar e civil, o Corpo de Bombeiros e Detran.

A última vez que houve troca de faixas entre presidentes foi em 2011.

Segurança

O acesso da população à Esplanada dos Ministérios será exclusivamente pela Rodoviária do Plano Piloto. A partir deste ponto, as pessoas que quiserem assistir à posse terão que descer a Esplanada a pé. Não serão permitidos o acesso com bicicletas, skates e patins, por exemplo.

A lista de proibições também inclui guarda-chuva, objetos cortantes, máscaras, carrinhos de bebês, fogos de artifício, bebidas alcóolicas, garrafas, sprays, além de bolsas e mochilas. Quatro linhas de revistas serão montadas a partir da Rodoviária do Plano Piloto, com fiscalização manual da Polícia Militar. Quanto mais próximo ao Congresso Nacional, mais rigoroso fica o controle.

Detectores de metais também serão usados, aleatoriamente, ao longo do percurso. A população só poderá passar pelas barreiras com frutas e pacotes de biscoitos, preferencialmente em sacola transparente

Horários da posse de Jair Bolsonaro

14h45 – desfile do cortejo presidencial da Catedral Metropolitana de Brasília para o Congresso Nacional

14h50 – chegada do cortejo ao Congresso

15h – abertura da Sessão Solene de posse de Bolsonaro e Hamilton Mourão no plenário da Câmara dos Deputados

Neste momento, comporão à mesa: o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e representantes da mesa do Congresso Nacional. Segundo o roteiro, haverá um discurso de Maia, a execução do Hino Nacional pela Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, a leitura e assinatura do termo de posse, e o pronunciamento de Bolsonaro.

15h45 –
 término da Sessão Solene

16h –
  cerimônia de execução do Hino Nacional, seguida de salva de 21 tiros e revista de tropas

16h15 –
 desfile do cortejo presidencial do Congresso Nacional para o Palácio do Planalto

16h20 –
 chegada do cortejo presidencial ao Palácio do Planalto

Segundo o roteiro, a partir deste momento, haverá a subida da rampa e a transmissão da faixa presidencial, seguida pela execução do Hino Nacional pela Banda do Primeiro Regimento de Cavalaria de Guardas.

16h30 – pronunciamento de Bolsonaro

17h – cumprimento dos chefes e vice-chefes de Estado e/ou de Governo, dos ministros de relações exteriores e dos secretários-gerais de organismos internacionais e os respectivos cônjuges ao presidente e vice empossado. Após os cumprimentos, os chefes serão conduzidos ao Palácio Itamaraty

17h30 – cerimônia de nomeação dos Ministros de Estado

18h15 – fotografia oficial

18h25 – Desfile do cortejo presidencial, em carro fechado e com a faixa presidencial do Palácio do Planalto ao Palácio do Itamaraty

18h30 –
 Recepção oferecida por Bolsonaro e a esposa, Michelle Bolsonaro, no Itamaraty

Ministros

Um dia depois da cerimônia de posse de Jair Bolsonaro para a Presidência da República, os 22 nomes confirmados para o primeiro escalão do futuro governo assumirão, em diferentes horários, o comando das pastas que comporão a Esplanada dos Ministérios a partir de 2019.

Nomes que dividirão os andares do Palácio do Planalto, mantendo relações mais diretas com o futuro presidente, serão os primeiros a ocupar postos. As primeiras transmissões de cargos marcadas para as 9h serão, conjuntamente, dos novos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, da Secretaria de Governo, General Santos Cruz, e da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Sergio Moro assumirá a Justiça e Segurança Pública também pela manhã. A pasta comandada pelo ex-juiz federal  abarcará atribuições de áreas que, atualmente, estão distribuídas em outros Ministérios como o de Segurança Pública e Trabalho (registros sindicais).

com Agência Brasil