CidadesIndaiatuba

Cadastro de vacinação Covid-19 está aberto para pessoas com comorbidades

A Prefeitura de Indaiatuba abriu na  amanhã, de sábado (8), o cadastro no sistema Minha Vacina para a imunização contra a Covid-19 de pessoas com comorbidade, deficiência, grávidas e puérperas. A iniciativa segue o Plano de Vacinação do Estado de São Paulo. Além das informações rotineiras, também será necessário apresentar documentação que comprove o estado de saúde. A validação será realizada por uma equipe médica da Secretaria Municipal de Saúde.

Para se cadastrar no sistema municipal, “Minha Vacina”, o cidadão precisa informar o CPF e preencher os demais dados solicitados. Em um novo campo disponível será possível assinalar o estado de saúde entre as opções oferecidas. Os documentos comprovatórios, que podem ser exames, receitas, relatório ou prescrição médica, precisam ser anexados para a conclusão do cadastro. Em seguida basta aguardar a validação das informações prestadas. É importante acompanhar o cadastro no Minha Vacina e o e-mail informado, canais exclusivos para comunicação com o cidadão sobre a vacina.

Primeiro grupo

A imunização desses novos grupos acontece a partir de segunda-feira (10). Os primeiros a serem vacinados serão pacientes do Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) de terapia renal substitutiva. Todos precisam se cadastrar e aguardar o aviso enviado por e-mail. A vacina será aplicada no espaço de hemodiálise.

A Secretaria de Saúde ressalta que os pacientes serão chamados conforme a disponibilidade de doses enviadas pelo Governo do Estado.

Grávidas e Puérperas

As grávidas com comorbidades, em qualquer período gestacional precisam apresentar comprovante de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico. As puérperas (45 dias após o parto), podem utilizar a declaração de nascimento da criança. Elas receberão a vacina a partir dos 18 anos de idade.

Comorbidades

A faixa etária contemplada para comorbidade é de 55 a 59 anos. Para transplantados imunossuprimidos, síndrome de Down e pessoas em terapia renal substitutiva, a faixa etária definida é de 18 a 59 anos.

Pessoa com deficiência

Pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

SERVIÇO

A relação de comorbidades é definida pelo Ministério da Saúde. A seguir a relação para consulta:

LISTA DE COMORBIDADES

• Doenças Cardiovasculares

• Insuficiência cardíaca (IC)

• Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar

• Cardiopatia hipertensiva

• Síndromes coronarianas

• Valvopatias

• Miocardiopatias e Pericardiopatias

• Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

• Arritmias cardíacas

• Cardiopatias congênitas no adulto

• Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados

• Diabetes mellitus

• Pneumopatias crônicas graves

• Hipertensão arterial resistente (HAR)

• Hipertensão arterial – estágio 3

• Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade

• Doença Cerebrovascular

• Doença renal crônica

• Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).

• Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)

• Obesidade mórbida

• Cirrose hepática

CADASTRO

https://vacinacao.indaiatuba.sp.gov.br/cadastro/

Com informações: Prefeitura Municipal de Indaiatuba

Foto: divulgação