Política

Câmara de vereadores de Indaiatuba aprova PPA em segunda votação

HUGO ANTONELI JUNIOR

INDAIATUBA – Na sessão mais longa do ano, cerca de duas horas, a Câmara aprovou o Plano Plurianual (PPA), com metas e empenho de verbas nos próximos quatro anos, em segunda votação em uma sessão marcada por protestos de grupos de defensores da causa animal, presença maciça da Polícia Militar e com duas pausas. [veja a coluna Curtas Comando abaixo]

Dos 11 textos apresentados, três eram títulos honoríficos para cidadãos, segunda votação para o projeto que prevê gratuidade para portadores de deficiência em vagas de trânsito, do vereador Ricardo França (PRP), dois denominando nome de ruas, um do vereador Alexandre Peres (SD) e outro de Pepo (PMDB), e cinco da Prefeitura. Todos foram aprovados.

Quanto ao PPA, 13 emendas foram apresentadas pela oposição, duas foram retiradas, cinco aprovadas e seis rejeitadas. O texto foi o que levou mais tempo para ser discutido e votado. De acordo com o vereador Arthur Spíndola (PV), a oposição conseguiu uma vitória na votação.

câmara geral2

“Até o líder do governo disse que todas as emendas foram bem feitas, dignas. Algumas não passam por questões políticas, enquanto outras são barradas por quesitos técnicos”, afirmou. “Nas minhas, destaco a que prevê o Censo Animal, que considero muito importante, e lamento não ter havido aprovação para criar um fundo animal”, diz.

O vereador Ricardo França (PRP) disse que propôs uma retirada de verba da publicidade para investimentos em saúde. “Na minha emenda tinha uma retirada de 20% da publicidade para investimento na saúde, mas acabou não sendo aprovada”, afirmou na tribuna.

Cebolinha (PMDB) rebateu. “Quem é que faz um plano financeiro para daqui a quatro anos nas finanças pessoais? É importante fazermos, mas isso aqui são diretrizes que podem ser mudadas conforme a necessidade”, enfatizou.

CURTAS COMANDO

Visita

O ex-vereador Carlos Rezende Lopes, o Linho (PT), esteve na sessão apoiando uma manifestação a favor dos animais. Com dois mandatos consecutivos interrompidos na eleição do ano passado, conversou com diversas pessoas no auditório, mas não foram só anônimos…

câmara cebolinha linho

Tietagem

Todos os vereadores que fizeram o uso da palavra na tribuna saudaram o ex-vereador e o líder do governo, Cebolinha (PMDB) foi até o fundo da Câmara para cumprimentar e conversar com Linho. O papo durou longos minutos.

Gafe

O vereador Januba (DEM) foi saudar as integrantes da ONG Anjos de Patas e se confundiu nos nomes, soltando um “Patas de Anjos” na tribuna. Não foram muitos os que perceberam o “fora” do vereador e nem mesmo as meninas com cartazes acharam muita graça…

Depois

Ao final da sessão, Januba foi um dos poucos que parou para conversar com as lideranças da ONG junto com Arthur Spíndola (PV). Eles ficaram por uns 20 minutos falando com elas até que o plenário estivesse vazio. Um dos filhos das manifestantes não aguentou e caiu no sono.

Loooooooooooooooooonga

A sessão foi a mais longa do ano, durando quase meia hora. E olha que as indicações e moções foram lidas, discutidas e votadas em menos de quarenta minutos. Houve duas pausas – a primeira de um minuto e a segunda de três. O cansaço após a hora e meia ficou evidente não só nos vereadores quanto ao público que resistiu – a maioria foi embora…

Olha o passarinho

Em uma dessas pausas, a maior, de três minutos, alguns vereadores aproveitaram para tirar as tradicionais fotos com os homenageados por eles através de moções na sala de reuniões da Câmara. Selfies tiradas, a sessão voltou ao normal e a maioria dos homenageados se foi…

Água, água, água mineral

A sessão foi tão longa que o pessoal responsável pela água dos vereadores precisou fazer uma segunda rodada, trazendo mais copos e recolhendo os vazios. O pedido partiu discretamente do presidente Hélio Ribeiro (PSB) e ao fim da sessão os vereadores estavam, além de cansados, hidratados…

câmara água

Bastidores

Só para título de informação e curiosidade.Os preparativos semanais para as sessões de Câmara começam cedo. Quem chega antes de 17h30 no plenário já pode ver a movimentação dos funcionários da casa. As pautas impressas em papel reciclável chegam mais perto do início da sessão, umas 17h45, mas os telões, o ar condicionado e a água chegam antes.

câmara água2

Sorria, você está sendo fotografado

Registramos hoje o trabalho de uma das assessoras da Câmara, a fotógrafa Rose Parra, que juntamente com a outra componente da imprensa, Simone Sissi, registram um “retrato” dos vereadores antes das sessões e disponibilizam todo o material nas redes sociais do Legislativo.

câmara geral rose

Fotos: Hugo Antoneli Junior/Núbia Istela/Comando Notícia