CidadesIndaiatuba

Cliente diz que loja subiu preço em mais de R$ 1 mil em poucos minutos

HUGO ANTONELI JUNIOR

Um consumidor usou as redes sociais e procurou o Comando Notícia para reclamar da loja Havan Indaiatuba. Segundo relatou, um produto estava exposto com um preço e quando ele foi comprar, tinha subido mais de R$ 1 mil. O cliente ainda tentou conversar com o vendedor e até com a gerente – segundo ele conta -, mas não resolveu a situação. Tudo aconteceu no sábado (1º).

A esposa do consumidor conversou com a reportagem. “Meu marido foi comprar um refrigerador. Tinha um produto exposto por R$ 1.799. Ele me mandou mensagem e eu disse que era esse mesmo que eu queria. Meu esposo, então, conversou com o vendedor que disse que ele poderia levar na mesma hora o mostruário ou enviar uma lacrada na outra semana”, conta.

“Meu marido, então, foi até o carro pegar o cartão para pagar. Quando voltou para a loja, o mesmo refrigerador estava com a etiqueta de R$ 2.899. Ele questionou o vendedor sobre a mudança de preço e o funcionário disse que o refrigerador tinha acabado de ser vendido e que o outro que estava ali era outro”, relata. O cliente pediu para o vendedor entregar o que estava no estoque, conforme tinha prometido, mas o vendedor disse que não tinha mais. “Ele chamou a gerente que só tentou enrolar e não soube dar explicação.”

O cliente chamou uma viatura da Polícia Militar até a loja e explicou aos agentes de segurança sobre o caso. Os policiais orientaram o homem a registrar um boletim de ocorrência. “Na delegacia entramos em contato com a ouvidoria da Havan, mas nada foi solucionado. Diante deste fato vou entrar com um processo e que a superintendência coloque uma pessoa capacitada para o cargo”, desabafa.

A Prefeitura de Indaiatuba, responsável pelo Procon da cidade, informou que quando um consumidor entra com uma reclamação no Procon, terá uma resposta em até 30 dias. A Havan, via assessoria de imprensa, disse que não vai se manifestar sobre o caso.

foto: arquivo/Comando Notícia – arquivo pessoal