Comando Noticias– Seu Portal de Notícias em Indaiatuba - 11/12/2018

Publicado em: 26 setembro 2016

Conheça as 10 finalistas do Festival de Rock; Dead Fish fará show de encerramento

Neste final de semana foram definidas as bandas finalistas do Festival do Rock. Quatro das dez que disputarão o prêmio no dia 15 de outubro são de Indaiatuba. Ao todo, as eliminatórias da 14ª edição do evento reuniram 62 bandas. Na final, marcada para às 15h, na Concha Acústica, o show de encerramento será com a banda Dead Fish. A entrada é gratuita.

As bandas finalistas são: Black Days (Indaiatuba), Black Hat (São Paulo), Cidadão José (Campinas), Hunger (Indaiatuba), Olho da Cara (Mauá), Pheudal (Indaiatuba), Razit (Valinhos), Os Republicados (Piracicaba), Stupid (Indaiatuba) e Zenith (Mogi-Guaçu). No ano passado, o prêmio ficou com a Doctor Mars.

A premiação é de R$ 5,5 mil (1º lugar), R$ 4 mil (2º), R$ 3 mil (3º) e R$ 1,5 mil para Melhor Intérprete e Melhor Composição. A comissão julgadora é composta por Heitor Gomes, Roy Carlini e Ivan Busic.

Sobre os jurados

Heitor Gomes –  o santista Heitor Gomes é um dos principais baixistas de rock da atual geração. Ao lado do saudoso e inigualável Chorão, atuou durante quase 7 anos como baixista do “Charlie Brown Junior” e pouco tempo após a sua saída da banda, já foi logo convidado para assumir o baixo de grupo “CPM22”, onde permaneceu durante 5 anos. Atualmente, com 15 anos de carreira musical, está lançando o seu projeto autoral intitulado “Gomes do 8” onde mostra toda sua bagagem e despeja as suas influências de jazz, blues, samba, bossa nova, reggae e, claro, do velho rock’n’roll.

Roy Carlini –  com muito rock’n’roll nas veias, Roy Carlini já acumula mais de 10 anos de carreira musical. Já atuou como guitarrista nas bandas “Devotos DNSA” e “O Surto”, mas foi no irreverente grupo “Velhas Virgens” que marcou por mais tempo os seus riffes, atuando durante 6 anos, se apresentando, inclusive, neste festival no ano de 2014. Filho de ninguém menos que Luis Carlini, um dos dinossauros do rock e guitarrista do Tutti Frutti e da rainha Rita Lee, Roy Carlini herdou do seu pai o talento para manusear o instrumento que domina com total precisão, em prol do rock nacional.

Ivan Busic – considerado um dos principais bateristas do Rock dos Anos 90, Ivan Busic começou a sua carreira musical em 87 na banda “A Chave do Sol”. Apenas 2 anos depois, foi convidado junto com o seu irmão Andria, pelo saudoso guitarrista Wander Taffo, a integrar a “Banda Taffo” onde gravou 2 discos e ficou até o seu final, em 92. E foi naquele mesmo ano, que Supla chamou os dois irmãos para gravarem um disco e, logo após, fundaram a banda “Dr. Sin.”, que fez sucesso durante quase 25 anos, se apresentando nos festivais Holywood Rock, Monsters of Rock e Rock in Rio. Ao lado do irmão Andria, Ivan está preparando a banda “Busic” que será lançada neste ano.

Sobre a banda Dead Fish

Em 1991, surgiu, em Vitória, Espírito Santo, o Dead Fish, banda independente de hardcore que conta, em sua formação atual, com Rodrigo no vocal, Allyand no baixo, Rick na guitarra e Marcão na bateria.  Aos quatro anos de banda, lançou sua primeira demo tape, “Re-Progresso” e, em 1998, o primeiro CD, “Sirva-se”, lançado pelo selo Lona Records, vendendo mais de 10 mil cópias em um ano.

Em 1999, montou a “Terceiro Mundo Produções Fonográficas”, dando vida aos próximos três trabalhos da banda, “Sonho médio”, – álbum que entrou para a história do hardcore brasileiro – “Afasia”, e “Ao vivo”, uma compilação dos dois discos anteriores. Em 2003, gravou “Zero e um”, lançado em 2004, que foi o disco responsável pela maior vendagem da banda, alcançando mais de 30 mil cópias em um ano. Ainda em 2004, recebeu o VMB de “Banda Revelação” e lançou, em parceria com a MTV Brasil, seu primeiro DVD: “MTV apresenta Dead Fish”. Em 2006, ainda pela DeckDisc, surgiu um novo disco intitulado “Um homem só” e seguiu turnê por todo o Brasil. Em 2007, fez sua primeira turnê fora do Brasil, com cerca de vinte shows entre Alemanha e República Checa. Dois anos depois, lançou o sétimo e mais recente álbum, “Contra todos”, que trouxe ao Dead Fish mais um VMB, desta vez na categoria de melhor banda de hardcore.

Em 2011, em comemoração aos vinte anos de banda, gravou, no Circo Voador, no Rio de Janeiro, seu segundo DVD, “Dead Fish 20 anos”, que traz músicas das diferentes fases e participações especiais de amigos da banda. Com 2014 quase chegando ao fim, a banda voltou às origens independentes e, para isso, contou com a parceria dos fãs e bateu o recorde nacional no Catarse – a primeira plataforma de financiamento coletivo do Brasil – com o projeto “Disco novo”. A expectativa era de se arrecadar 60 mil reais, mas com o apoio dos fãs, foram arrecadados mais de R$ 250mil reais, mais de quatro vezes o esperado. Alguns meses depois, o disco novo “Vitória”, homônimo da cidade natal da banda, é lançado, com 14 faixas e três formatos: CD, vinil de 12”, e também faixa bônus no vinil de 7”. Além de abrir shows para grandes bandas de punk rock e hardcore internacionais, o Dead Fish é “headliner” de grandes shows por todo o Brasil.

Foto: divulgação

Notícias relacionadas

Siga nossa página no facebook

error: Conteúdo Protegido!