CidadesIndaiatuba

Coronel Marinho, autoridade da Segurança Pública em Indaiatuba, comemora 80 anos

Antônio Marinho da Silva, completou no dia 13 de junho, 80 anos de vida. Nascido em 1940 em um sítio de seus avós paternos em Guaxupé-MG, Antônio é primogênito dos cinco filhos de João Marinho da Silva e Aparecida Baldi da Silva, já falecidos.

Casado há 58 anos com Cleusa Ribeiro da Silva, com quem teve três filhos, todos policiais: Luís Antônio (investigador), Adilson (coronel da PM) e Marcio Marinho (investigador). Cel Marinho seguiu os passos de seu pai João, que foi guarda civil em São Paulo, a partir de 1935.

Antônio veio recém-nascido para São Paulo, capital, onde iniciou sua carreira na segurança pública em 1959, na extinta Guarda Civil do Estado de São Paulo, chegando ao cargo de subinspetor. Em 1970,quando houve a fusão da Guarda Civil com a força pública surgindo a Polícia Militar do Estado de São Paulo, ele assumiu o cargo de Segundo Tenente. Foi a Major em 1988 e se aposentou como Ten. Coronel em 1989.

Em 1972, Cel. Marinho mudou-se com a família para Indaiatuba e chefiou o posto de fiscalização de estrangeiros no Aeroporto de Viracopos. Após se aposentar, em 1997 foi convidado para o cargo de assessor da Secretaria de Defesa e Cidadania de Indaiatuba.

No ano seguinte, acabou assumindo a secretaria e ficou responsável ainda pelo comando da Guarda Municipal e foi nomeado autoridade de trânsito de Indaiatuba, cargo esse exercido até o mês de outubro de 2016, quando se despediu da Prefeitura, a qual serviu e se dedicou à população por quase 20 anos.

Durante sua carreira em Indaiatuba foi o criador do projeto social Educando para a vida da GM e membro do Conselho do Idoso. Muito querido pela população, Antônio Marinho da Silva recebeu em 2018, o título de Cidadão Indaiatubano, em sessão solene na Câmara Municipal.

fotos: arquivo pessoal