americanacampinasCidadesIndaiatubaItupevaJundiaíMonte Morsaúde

Covid-19: em meio à vacinação de reforço, região de Campinas ainda tem 415 mil faltosos da 2ª dose

Em meio à vacinação da dose de reforço, que foi ampliada na semana passada para toda a população adulta, a região de Campinas (SP) ainda tem 415,4 mil moradores que já poderiam ter tomado a segunda dose do imunizante de Covid-19. O número, atualizado até  segunda-feira (22), é 20% maior que o de 28 dias atrás, quando havia 339,1 mil.

A Secretaria Estadual de Saúde apontou que 76,4 mil moradores imunizados com a primeira dose da CoronaVac ainda não voltaram para completar o esquema vacinal. Já os que receberam dose da AstraZeneca são 82,4 mil. O maior número é de quem recebeu Pfizer: 256,5 mil.

Em 25 de outubro, segundo os dados do estado, 184,8 mil pessoas que receberam Pfizer ainda não tinham tomado a segunda dose. Outros 78,4 mil de AstraZeneca também tinham o esquema vacinal atrasado e, por fim, 75,9 mil que foram imunizados com CoronaVac estavam na mesma situação.

Para a Secretaria Estadual de Saúde, o aumento de 20% é explicado pelas recentes antecipações da segunda dose tanto da AstraZeneca quanto da vacina da Pfizer, esta última a que possui o maior número de moradores com o esquema vacinal atrasado na região.

O intervalo de aplicação da segunda dose da Pfizer foi antecipado de 8 semanas para 21 dias no estado em 18 de outubro. Com isso, quem ainda espera as oito semanas para completar o esquema vacinal é considerado faltoso.

O governo estadual também reduziu, no final de outubro, o intervalo entre as doses da AstraZeneca. Antes, o prazo era de 12 semanas e, desde então, caiu para 8 semanas.

A orientação da pasta é que os moradores com esquema vacinal em atraso procurem os postos de saúde para receber a segunda dose. Em todo o estado, o número de faltosos até esta segunda era de 4,5 milhões.

“As prefeituras são responsáveis pela busca ativa dos vacinados, mas o governo apoia a ação com o envio de mensagem via SMS e por e-mail à população para lembrar a data da segunda dose conforme pré-cadastro realizado no site Vacina Já ou no momento da aplicação da vacina”, apontou a secretaria.

O número de faltosos na região considera os 42 municípios do Departamento Regional de Saúde (DRS-7), com sede em Campinas. São eles:

Águas de Lindóia, Americana, Amparo, Artur Nogueira, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Cabreúva, Campinas, Campo Limpo Paulista, Cosmópolis, Holambra, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jaguariúna, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Lindóia, Louveira, Monte Alegre do Sul, Monte Mor, Morungaba, Nazaré Paulista, Nova Odessa, Paulínia, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Serra Negra, Socorro, Sumaré, Tuiuti, Valinhos, Vargem, Várzea Paulista e Vinhedo.

Dose de reforço em Campinas

 

Após o estado anunciar a ampliação da oferta da dose de reforço (conhecida também como terceira dose) para todos os adultos que receberam a segunda dose há pelo menos 5 meses, Campinas anunciou o esquema de aplicação.

O agendamento foi aberto na quarta-feira (17) da semana passada e contava com 37.024 vagas. Em cerca de 24 horas, 12.059 agendamentos já tinham sido feitos.

Vacinação na região

 

Os moradores de 31 cidades da área de cobertura do g1 Campinas que estão totalmente imunizados contra a Covid-19 representam 72,56% da população.

São 2.454.521 imunizantes aplicados na segunda dose mais 92.761 na dose única, um total de 2.547.282 pessoas. Os dados são do Governo do Estado de São Paulo, atualizados nesta segunda-feira (2), às 16h38. Veja os dados completos aqui.

Por g1 Campinas e Região

 Foto: Adriano Rosa/Prefeitura de Campinas