Cidades

Dia da Educação: projeto leva aulas sobre legislação a alunos da rede pública

Para comemorar o Dia da Educação, celebrado em 28 de abril, a WeWork, líder global em espaços de trabalho flexíveis, compartilha a história do Projeto Constituição na Escola, membro da WeWork em São Paulo. Com o objetivo de levar aos estudantes da rede pública mais conhecimento sobre a estrutura jurídica e governamental do país, a iniciativa já impactou mais de 60 mil alunos em São Paulo, Salvador e em outras cidades.

O Projeto Constituição na Escola foi criado há sete anos e é formado por 120 advogados voluntários que promovem aulas, mentorias, treinamentos e competições nas mais de 100 escolas que fazem parte do projeto. Além disso, a iniciativa também fornece bolsas de estudos para os alunos com maior destaque. O Projeto também conta com uma plataforma de cursos online, que tem como professores profissionais dos melhores escritórios de advocacia do Brasil – a Civics Educação – e os recursos obtidos com a vendas dos cursos é destinado ao financiamento de bolsas de estudo para estudantes da rede pública.

“Aprendemos tantas coisas na escola, mas não aprendemos sobre a nossa Constituição e sobre as leis que regem nosso convívio em sociedade. Se o aluno não aprende isso na escola, onde é que ele vai aprender?”, argumenta o fundador e presidente do projeto, Felipe Neves. “Começamos pequeno, com uma aula em uma escola pública. Nunca pensamos que poderíamos ser de fato uma organização, mas foi por conta dessa aula que hoje em dia conseguimos ajudar milhares de estudantes em diferentes partes do Brasil. O objetivo do projeto a longo prazo é que ele não exista mais, isto é, que lá no futuro todo cidadão brasileiro tenha acesso a esse tipo de informação para que seja consciente e construa o seu pensamento crítico com a instrução correta e necessária ao convívio em sociedade”, completa Felipe.

“O projeto me apoiou em diversos aspectos da minha vida, principalmente me ajudando a trilhar o caminho para chegar mais longe”, comenta a estudante Larissa das Neves, contemplada pela iniciativa. O projeto disponibiliza seu escritório privado na WeWork em São Paulo, unidade do Butantã, para que os alunos tenham aulas e utilizem o espaço totalmente equipado e seguro como opção para estudar fora de suas casas, que muitas vezes não têm a infraestrutura ideal ou sequer conexão com a internet.

Além do espaço de escritório, os estudantes participantes do projeto podem fazer uso das demais amenidades oferecidas pela empresa de espaços de trabalho, como: internet de alta velocidade, espaços de convivência, salas de reunião e de brainstorming. “Estudar e trabalhar em casa é simplesmente impossível. Conseguir para e focar nos meus estudos, como eu faço na WeWork hoje, me torna muito mais produtiva”, compartilha Gabriela Rodrigues, outra aluna.

“Com a pandemia, outros setores estão enxergando valor nos espaços flexíveis e a educação é um deles”, comenta o diretor geral da WeWork no Brasil, Lucas Mendes. “Temos orgulho de ter o Projeto Constituição na Escola entre nossos membros por conta do trabalho excepcional que eles fazem. Abrir nossas portas para que as pessoas possam também estudar faz todo o sentido, especialmente agora que as aulas devem ser cada vez mais híbridas”, completa.