IndaiatubaPolícia

Em Indaiatuba, idoso é acusado de abusar sexualmente de cachorra

por COMANDO UNO

Na tarde de quarta-feira (1º), Nazareth, responsável pela ONG Associação de Protetora aos Animais de Indaiatuba (Aprai), recebeu uma denúncia de que um idoso de 80 anos estava abusando sexualmente de uma cadela. Segundo informações de testemunhas, o crime teria ocorrido na casa do suspeito no bairro Jardim Morada do Sol, em Indaiatuba (SP).

A Guarda civil foi chamada para auxiliar a ONG a atender uma ocorrência de maus tratos de animais, em uma residência  no bairro Jardim Morada do Sol. Chegando ao local, uma das testemunhas disse que teriam presenciado constantes abusos contra o cão. O denunciante flagrou toda situação e registrou algumas cenas. O caso foi também foi acompanhado pela médica veterinária Luciana Horta a pedido da Nazareth, que auxiliou no resgate do animal. O caso foi registrado pela Guarda Civil, e o acusado liberado.

Ao vistoriar o local juntamente com os guardas civis, encontraram o animal amarrada no sol, sem água e a comida estava jogada no chão. Após o resgate da cachorrinha que estava muito debilitada com sede e fome foi encaminhada para uma clinica veterinária, onde  foi  atendida pelos profissionais  com muito amor e carinho. O animalzinho estava muito sujo e com muitos carrapatos.

O Comando Notícia conversou com a médica veterinária Luciana Horta na manhã desta quinta-feira (9). Ela explicou que no mesmo dia o animal foi levado para  a clinica Mama Pet, que fica localizada na rua Comendador Cônego Antônio Casemiro Roriz, no bairro Jardim Pau Preto. Por lá foi prestado todo atendimento possível, e após ela ser examinada foram encontrados alguns indícios  de lesões, e evidências de abuso, mas somente com laudos técnicos periciais que pode-se afirmar se houve o abuso sexual. A cachorrinha se encontra ao cuidados da clínica e aguarda para ser vacinada, fazer um ultrassom, mas passa bem.

Também conversamos com a responsável  da ONG Aprai, e disse que esta tomando todas as medidas cabíveis judicias sobre o caso. E ainda informa assim que a cachorrinha for liberada da clínica, ira para a adoção. “A ONG Aprai gostaria de salientar a importância de denunciar os maus tratos. Não se cale, não tenha medo, não seja conivente. Tire foto, faça um vídeo, denuncie. Faça sua parte que nós faremos a nossa! A denúncia é fundamental, é a única chance que esse animal tem de ser socorrido.”

Foto: divulgação