Indaiatuba

Escola comum ou especial?

*Por Carol Borsato

Por muitos anos os deficientes visuais estudavam na escola que fosse mais próxima de sua casa, a maioria em escolas comuns. Os que iam para escolas especiais geralmente eram moradores de cidade grande, ou tinham coragem suficiente para estudar muito longe, sendo obrigado a ficar na escola pelo regime internato.

Atualmente o presidente decidiu trazer as escolas especiais novamente e essa decisão não foi bem aceita.

Segundo a maioria dos deficientes visuais escola especial significa segregar, excluir impedindo assim que as crianças comuns tenham conhecimento e convivência com a criança cega. A questão é que a sala de recursos que é o meio de apoio desses alunos não está presente em todas escolas comuns, e isso atrapalha o estudar da criança cega.

E você, o que diz sobre a volta das escolas especiais?

 

 

*Carol Borsato é jornalista e é a primeira repórter deficiente visual da história de Indaiatuba (SP).

 

Foto: divulgação.