Cidades

Escolas criam aplicativos que auxiliam saúde mental e incentivam coleta de lixo

As Escolas Estaduais Professora Adelaide Maria de Barros, em Mogi das Cruzes, e Professor Sebastião de Oliveira Rocha, em São Carlos, desenvolveram aplicativos que colaboram com a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente. Ambos foram premiados com o primeiro e segundo lugares no hackathon do Movimento Inova, promovido pela Secretaria da Educação, que visa incentivar e valorizar a utilização de tecnologia em sala de aula.

Os alunos e professores da EE Professora Adelaide Maria de Barros, em Mogi das Cruzes, criaram o aplicativo “Mente Saudável”, que tem o objetivo de auxiliar alunos e professores na busca de atendimento para a saúde mental. Já a Escola Estadual Professor Sebastião de Oliveira Rocha criou o aplicativo “Juntos acabaremos com o desperdício” que conecta as escolas da Diretoria de Ensino de São Carlos com as empresas que compram itens recicláveis.

Deide Wander, professor orientador do projeto “Mente Saudável”, explica que a ideia surgiu durante uma live com os líderes de turma. “Os alunos disseram que estavam se sentindo meio tristes durante esse período de isolamento e alguns professores também compartilharam o que estavam sentindo”, afirma Wander.

Pensando em algo para poder ajudar a escola a detectar os níveis de sofrimento de uma forma mais rápida, a equipe desenvolveu o aplicativo.

Para o desenvolvimento, os alunos, juntamente com os professores Deide Wander e Fabiano Souza elaboraram um questionário de 32 perguntas baseadas no currículo do Conviva SP e estudos da Escola SaudávelMente, de Portugal. As respostas resultam em três níveis: estável, alerta e atenção. Dependendo do nível que o aluno tira, é recomendado o atendimento em saúde mental na unidade mais próxima de sua localização, que é fornecida ao aplicativo após autorização.

A escola também realizou uma parceria com a Universidade de Mogi das Cruzes para atendimento de alunos e professores. O aplicativo foi vencedor no hackathon do Inova Educação 2020, que ocorreu em outubro. A intenção é que seja disponibilizado para toda a rede após finalizado.

Coleta de materiais recicláveis 

A Escola Estadual Professor Sebastião de Oliveira Rocha, localizada em São Carlos, criou um aplicativo “Juntos acabaremos com o desperdício”.

O objetivo é o de unir as escolas da Diretoria de Ensino com as empresas que compram reciclados. O valor arrecadado com a venda do material será revertido para o Grêmio Estudantil, comissões de formatura para 3º e 9º ano do Ensino Fundamental e para a Associação de Pais e Mestres da escola. Se cada aluno levar uma garrafa pet por dia, o acumulado no fim do mês será de 56 reais.

O aplicativo foi desenvolvido pelas alunas Letícia Carrera Fonseca, Victoria Heloisa O. Silveira, Hayssa Luisi da Silva, Bianca Santos da Silva.

Foto:divulgação