EsporteIndaiatuba

Estreante na Copinha, Queimadense passa o réveillon em SP e chega em Indaiatuba dia 2

HUGO ANTONELI JUNIOR

Justamente no ano em que o Queimadense da Paraíba estreia da Copa São Paulo de Futebol Junior, o time paraibano terá como base na primeira fase Indaiatuba. Os garotos da cidade de 42 mil habitantes chegarão ao Estado de São Paulo ainda em 2018, mas tem o primeiro jogo marcado para o dia 3 de janeiro, contra o Fortaleza, do Ceará, às 16 horas, no estádio Ítalo Mário Limongi.

O presidente do clube, Humberto Lopes, falou sobre a preparação. “Começamos em novembro e estávamos com treinos diárias até pouco antes do Natal. Durante este período fizemos amistosos”, conta. “São treze jogadores alojados, seis da cidade de Queimadas e o restante das cidades vizinhas”, prossegue. “Chegaremos no dia 31 de dezembro, ficamos em um hotel em Guarulhos e partimos para Indaiatuba no dia 2”, revela.

Adversários e categorias de base

“Não temos muito conhecimento sobre os times de São Paulo (Primavera e Sertãozinho), mas vimos alguns jogos do Fortaleza, que inclusive foi campeão invicto da Copa do Nordeste deste ano. Nós jogamos fora do estado no ano passado, quando fomos até o Ceará disputar um torneio. Perdemos para os donos da casa por um a zero e fomos eliminados na semifinal”, conta. Alguns destes atletas estão no grupo que vem para Indaiatuba.

O trabalho de base feito no clube, segundo Lopes, é destaque para times da série A. “Enviamos jogadores para diversos times, como Athlético Paranaense, América Mineiro, Corinthians, Fluminense, Cruzeiro e São Paulo. A gente tem esse trabalho de levar os garotos para os clubes. Não é fácil participar de uma Copa São Paulo, principalmente na questão financeira, que é onde pega mais, mas com fé em Deus, vamos fazer uma boa campanha”, encerra.

Queimadas

Localizada no Agreste paraibano, a 133 km de João Pessoa, a cidade de Queimadas fica numa região que tem em sua história as marcas da chegada do gado ao interior do nosso Estado, no século XVIII. A data de terra onde hoje está localizada a cidade foi concedida a Pascácio de Oliveira Ledo em 13 de dezembro de 1712, como recompensa às suas atividades de conquista dos sertões (para interiorização do gado), e às guerras que praticou contra o “gentio bravo” em favor da coroa portuguesa. O povoamento de Queimadas iniciou-se por volta do ano de 1889, quando chegaram à região as primeiras famílias.
A cidade possui um rico patrimônio cultural que vai desde significativa parcela da Serra de Bodopitá, que possui diversos espécimes vegetais e sítios arqueológicos pré-históricos, às edificações antigas que compõem o desenho urbano da cidade, destas edificações que remontam o final do século XIX e início do século XX.
Entre as manifestações culturais que a cidade possui, podemos citar o coco-de-roda, tradição com mais de duzentos anos, originário da cidade de São Vicente (PE), que tem características herdadas das culturas indígena e africana, amplamente praticada nas zonas rurais do município.

foto: divulgação/Queimadense