Cidades

Exposição atrai fãs de orquídeas no Clube 9 de Julho

HUGO ANTONELI JUNIOR

INDAIATUBA – Dona Quitéria Barbosa da Silva, de 68 anos, moradora do Altos da Bela Vista, estava admirada com a beleza das flores. “Devo ter umas duas ou três em casa. Estou vendo muitas que são lindas”, contou ao Comando Notícia na tarde de domingo (5), pouco antes do encerramento da terceira edição a Exposição de Orquídeas, sediada no Clube 9 de Julho desde sexta-feira (3). “Gosto do perfume, da cor”, avalia.

Um dos vendedores, Tiago Gouvea, do orquidário das pedras, falou um pouco sobre o movimento. “Temos produtos para vender entre R$ 10 e R$ 150, é claro que as que mais saem são as mais baratas, em torno de R$ 20 ou R$ 30”, revela.

“As mais caras são as que mais demoram para florar. Tem umas que você planta e demora um ano mais ou menos. Essas dá para vender a R$ 5, R$ 10. Agora, tem umas que as sementes são importadas e demoram uns cinco anos para poderem ser vendidas”, diz.

orquídeas3
Dona Quitéria (vestido preto) com a família na exposição

Ricardo Canali, do bairro Cidade Nova, perdeu até as contas de quantas plantas destas tem em casa. “Toda semana chega alguma, então, não sei. Ainda não decidimos se vamos levar algo hoje ou o quê levar”, afirma. “A gente sempre acompanha essas exposições, somos fãs e temos bastante orquídeas em casa. Acabamos nos adaptando a elas e cultivamos seguindo essa linha”, revela.

Uma das organizadoras, Eliane Stahl, falou sobre o evento. “Isso é um conjunto de coisas, de uma obra. Estamos expondo quase 800 plantas e arrecadamos mais de dois mil litros de leite”, conta. Quem foi ao evento e levou leite, óleo ou outro tipo de alimento não perecível, ganhou uma orquídea como brinde. “Esgotou na tarde de domingo, fez um tremendo sucesso, chamou as pessoas para virem”, diz.

orquídeas2
Ricardo Canali é fã de orquídeas e até perdeu a conta de quantas tem

“Recebemos aqui vendedores e parceiros de diversas cidades. Na verdade, é um troca. A gente visita eles nos eventos deles, participamos, e eles vem aqui ajudar e expor. São cerca de 25 cidades participantes, desde vizinhas como Campinas, Valinhos, Vinhedo, Americana, Capivari, até outros municípios distantes em mais de 400 quilômetros”, conta.

A qualidade dos produtos também foi avaliada pela organizadora. “Todos trouxeram plantas magníficas, uma diversidade que geralmente você não encontra por aí. É bom agradecer os parceiros como o Sindicato Rural, o presidente Wilson Tomazeto, o Senar, o Ciesp e o Clube 9 de Julho”, encerra.

 

fotos: Hugo Antoneli Junior/Comando Notícia