CidadesIndaiatuba

Haoc anuncia restrição de visitas e outra precauções ao coronavírus

O Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) divulgou na tarde desta segunda-feira (16) recomendações e ações contra o coronavírus. Entre as principais mudanças estão a restrição de visitas e a prioridade de casos gripais e de idosos. Confira o comunicado na íntegra abaixo:

Devido à pandemia do novo coronavírus, o HAOC vem a público informar sobre os protocolos adotados para atendimento hospitalar:

  • ficam restringidos os atendimentos no Pronto Socorro e Pronto Atendimento para casos de emergência (acidentes, parada cárdio-respiratória, infartos, problemas como falta de ar, trauma e politrauma, queimaduras, dispneia, convulsão, cefaleias e etc.). O objetivo é evitar aglomerações e contaminação;
  • população idosa tem atendimento priorizado;
  • casos suspeitos de síndrome gripal (febre, tosse, dificuldade para respirar) serão identificados e priorizados;
  • para evitar riscos de contaminação em pacientes internados, haverá restrição de visitas a pacientes internados; visitas que crianças e adolescentes fazem a pacientes internados ficam temporariamente suspensas;
  • casos suspeitos, prováveis ou confirmados são de notificação compulsória, tanto na rede pública quanto privada, e serão divulgados pelo departamento municipal de vigilância epidemiológica.

Importante lembrar que:

  • para evitar superlotação dos hospitais e contaminação de mais pessoas, quem apresentar sintomas leves, semelhantes a uma gripe comum, deve procurar, inicialmente, o atendimento em Postos de Saúde; se o paciente tiver sintomas mais severos, como dificuldade de respirar, deve procurar uma unidade hospitalar;
  • os casos suspeitos são mantidos em isolamento domiciliar, a depender da condição clínica do paciente. Consiste em manter a restrição de contato com pessoas e ambientes externos, para evitar a circulação do vírus;
  • pessoas que tiveram contato com pacientes doentes devem seguir os cuidados de prevenção e prestar atenção em eventuais sinais ou sintomas. Caso também apresente os sintomas, é fundamental procurar um serviço de saúde.

Casos confirmados no Brasil

Os casos confirmados do novo coronavírus alcançaram 234 nesta segunda (16), segundo a atualização divulgada pelo Ministério da Saúde. É mais do que o dobro de três dias atrás. Na sexta-feira (13), o total passou de 100 pela primeira vez e agora já ultrapassa os 200. Ontem, o balanço registrou 200 pessoas infectadas.

São Paulo é responsável por mais da metade dos casos (152). Em seguida vêm Rio de Janeiro (31), Distrito Federal (13), Santa Catarina e Paraná (6) e Minas Gerais (5). Já os casos suspeitos ultrapassaram os 2 mil, chegando a 2.064. São Paulo lidera com 1.177, seguido por Rio Grande do Sul (119), Santa Catarina (109), Distrito Federal (107) e Rio de Janeiro (96).

Os descartados ficaram em 1.624. Ainda não foram notificadas mortes em razão da doença. Já não há nenhuma unidade da federação sem casos confirmados ou suspeitos, o que existia até semana passada (Roraima e Amapá).

foto: arquivo/Comando Notícia