CidadesIndaiatuba

Idosa com duas fraturas espera horas por ambulância no Hospital Dia

HUGO ANTONELI JUNIOR

Uma idosa de 80 anos esperou horas por uma ambulância no Hospital Dia, em Indaiatuba (SP). O caso aconteceu duas vezes. A primeira delas no dia 9 de dezembro e a segunda nesta quarta-feira (18). “Eu liguei 19 vezes na ambulância, mas eles atendiam e desligavam em seguida. A moça que me atendeu estava rindo, conversando. Aí quando mandaram, mandaram um carro. Minha mãe está com fratura nas duas pernas. Se fosse para levar de carro eu mesmo levaria. Se a gente pediu ambulância é porque não dá para levar de carro”, desabafa a filha.

No dia 9 de dezembro as duas foram até o Hospital Dia por volta das 6 horas. “O atendimento foi rápido e 7h50 já estávamos liberadas. Aí eu liguei na ambulância, eles mandaram carro e ainda demorou mais de 4 horas”, relata. “Acho um descaso isso. Aí vem esses vereadores vem no meio da rua prometendo mundo e fundo e não vai lá fazer uma fotos das ambulâncias quebradas. Vocês precisam ver o estado de algumas delas em que minha mãe foi transportada.”

Nesta quarta a mulher enviou uma mensagem ao Comando Notícia no começo da tarde relatando a mesma situação, demora na chegada da ambulância. “Minha mãe tem osteoporose, não pode ficar em uma maca tanto tempo, ninguém deveria, é um descaso”, diz. E desabafa. “Pago todos os meus impostos, sou ambulante, está tudo em dia. Será que é isso que eu mereço? Toda vez que a gente tem precisado de ambulância é este caos, este inferno, uma maratona, um parto para conseguir. Estou revoltada com esta cidade. Eles enfeitam tanto, porque não usam este dinheiro para arrumar as ambulâncias se este é um caso de necessidade?”

A Prefeitura foi procurada, mas não respondeu.

foto: arquivo pessoal