CidadesIndaiatuba

Indaiatuba perde 866 vagas em um mês, mas fecha 2019 positivo

HUGO ANTONELI JUNIOR

Indaiatuba (SP) perdeu 866 vagas de emprego no mês de dezembro de 2019. Dos oito setores pesquisados houve redução de vagas em cinco deles, sendo o pior o de construção civil. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que leva em consideração os empregos com carteira assinada.

Apesar da negativa, a cidade fechou o ano com saldo positivo de 1.787 vagas entre janeiro e dezembro, ou seja, houve mais contratações do que demissões. Em relação ao ano anterior, Indaiatuba teve saldo menor. Em 2018 foram 2.094 vagas e em 2019 foram 1.787, diferença de 307.

EMPREGOS EM INDAIATUBA 2019
setorjan a novjan e dezvariação
mineração-2-20
ind. da transformação534267– 267
serv.ut.públ.5550– 5
const. civil59398– 465
comércio244491+ 247
serviços1.228846– 382
adm. pub.– 21– 3
agropecuária3930+ 9
total1.7872.653– 866
fonte: Caged

Os piores setores do ano em dezembro foram a construção civil, que perdeu 465 vagas, seguida de serviços (menos 382 vagas) e indústria da transformação (menos 267 vagas). Dois setores ganharam empregos, o comércio (247 vagas) e agropecuária, com nove vagas.

No balanço do ano inteiro, seis dos oito setores ficaram negativados e os outros positivos. O melhor foi serviços, com 846 contratações a mais do que demissões. Em seguida vem o comércio, com 491 vagas, depois indústria da transformação (267) e construção civil (98).

Na comparação entre 2018 e 2019, dos oito setores, 2018 teve cinco com mais vagas do que 2019. Sendo que em 2018 os melhores setores foram serviços (993) e indústria da transformação (683). Os setores em que 2019 superou 2018 foram comércio (281 vagas a mais), agropecuária (18 a mais) e extrativa mineral (6 a mais).

foto: divulgação/arquivo