CidadesIndaiatuba

Indaiatubanos que foram à Jornada Mundial falam da experiência de fé e peregrinação

HUGO ANTONELI JUNIOR

Cinco jovens indaiatubanos foram para a Jornada Mundial da Juventude no Panamá. Três dos peregrinos são da igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Morada do Sol, e dois da paróquia São Francisco de Assis, no Cecap. Ao todo, de acordo com o padre Amauri Ribeiro Thomazzi, coordenador da arquidiocese de Campinas, foram 30 jovens da região. Os de Indaiatuba chegaram nesta semana de volta do evento e conversaram com o Comando Notícia sobre a experiência.

Eduardo, Gustavo e Evelyn contam que os panamenhos estavam muito receptivos e preparados para o evento. “Fomos muito bem recebidos e até nos emocionamos na hora de ir embora”, contam. O Brasil foi o terceiro país que mais enviou fiéis ao evento, atrás apenas do Panamá e de Porto Rico, que fica ao lado. A próxima Jornada será em Portugal, em 2022. E eles dizem que querem muito ir. “Nos preparamos e arrecadamos durante quase três anos e agora queremos ir, faremos de tudo para ir novamente.”

JMJ 2019

A Jornada Mundial da Juventude é um dos maiores eventos da Igreja Católica e reuniu participantes de todo o planeta entre os dias 22 e 27 de janeiro. Este ano o país-sede foi o Panamá, onde os jovens passaram cinco dias de oração e muito conhecimento sobre a fé católica e questões que assolam a juventude e a evangelização.

De acordo com a organização do evento, a JMJ 2019 teve mais de 100 mil peregrinos inscritos de 156 países. Mais de 22 mil voluntários e 480 bispos se inscreveram, a maioria deles (48%) é do Panamá. As conferências aconteceram em 25 idiomas.

A Missa de boas-vindas aos peregrinos da JMJ Panamá 2019 foi celebrada pelo Arcebispo do Panamá, lugar que este ano acolhe o evento e que foi a primeira diocese em terra firme do continente americano. Em sua homilia, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, recordou aos jovens o exemplo de disponibilidade aos planos de Deus de Maria, Mãe de Jesus e afirmou que a santidade é possível. O Papa Francisco esteve presente na JMJ Panamá do dia 23 até domingo, dia 27.

fotos: arquivo pessoal/divulgação