CidadesIndaiatuba

IPTU sobe 3,23%, cota única vence em março e Prefeitura prevê arrecadar R$ 147 milhões

A Prefeitura de Indaiatuba informou que não aumentou o preço do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2019, mas que a cobrança passou pela correção da Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp), 3,23%. A Ufesp, estabelecida pelo Governo do Estado, passou de R$ 25,70 para R$ 26,53.

A Secretaria da Fazenda informou que vai manter o vencimento da cota única para 15 de março com 5% de desconto. A ação visa facilitar o pagamento visto que nos primeiros meses do ano há diversos impostos para quitação. Quem não quiser pagar IPTU em cota única, será parcelado em 10 vezes com vencimento entre 15 e 23 de cada mês. Os carnês serão entregues pelos Correios até o dia 28 de fevereiro.

As parcelas até o vencimento poderão ser pagas nas agências da Caixa, Casas Lotéricas e Banco Postal ou nos meios eletrônicos, como caixa eletrônico e internet banking dos Bancos: Bradesco, Banco do Brasil, CAIXA, Itaú e Santander.

Emissão online e descontos

Neste ano as parcelas do IPTU podem ser emitidas no site da Prefeitura. Depois do vencimento o contribuinte pode atualizar o mesmo link para atualizar a data de pagamento com os acréscimos legais, evitando o deslocamento até a Prefeitura.

Os aposentados e pensionistas que tiveram desconto de 20 ou 50% no exercício anterior continuam com o desconto, após análise técnica da Secretaria da Fazenda, para os novos aposentados e pensionistas. A solicitação para o desconto poderá ser feita até o dia 30 de abril no atendimento da Secretaria da Fazenda, no Paço Municipal.

A Secretaria da Fazenda através do Derim (Departamento de Rendas Imobiliárias), lançou este ano 119.636 carnês de IPTU o que corresponde aproximadamente R$ 147.5 milhões. Em 2018 foram lançados R$139.5 milhões e arrecadado R$119 milhões, foram enviados para dívida ativa R$18.700 milhões o que equivale a uma inadimplência de 13,85% que foram inscritos em Dívida Ativa.

foto: arquivo