Cidades

Itália anuncia 1.590 pessoas curadas do coronavírus

com informações do Valor

A Itália ultrapassou, nesta segunda-feira (30), a marca de 100 mil pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus, mas registrou a menor taxa de crescimento diário no número de casos em quase duas semanas. Segundo o boletim divulgado pelo Departamento de Proteção Civil, 101.739 pessoas já testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia. No entanto, nas últimas 24 horas, foram apenas 4.050 novos casos confirmados, a menor cifra desde 17 de março.

O número de mortes também subiu, de 10.799 para 11.591, mas veio acompanhado de um recorde diário de pacientes recuperados nos hospitais italianos. “Hoje nós registramos 1.590 pessoas curadas, o maior número desde o início da emergência de coronavírus”, destacou o diretor do Departamento de Proteção Civil, Angelo Borrelli. O país também anunciou, nesta segunda-feira, que todas as medidas restritivas adotadas pelo governo para evitar a propagação do novo coronavírus ficarão em vigor até a Páscoa, no dia 12 de abril.

Inicialmente, o prazo para o término da quarentena era 3 de abril. Segundo o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, a decisão foi tomada depois de uma reunião do comitê técnico-científico que auxilia o governo de Giuseppe Conte na estratégia de combate à pandemia. Os italianos estão em isolamento desde 10 de março, quando Conte proibiu por decreto que a população saísse de casa, a não ser por motivos de trabalho, saúde ou para comprar comida.

foto: divulgação