IndaiatubaPolítica

Januba surpreende, vota com oposição e impõe derrota à Prefeitura em projeto de ambulantes

HUGO ANTONELI JUNIOR

A Prefeitura de Indaiatuba (SP) foi derrotada no plenário durante a sessão da Câmara de vereadores na noite de segunda-feira (23). O projeto de alteração da lei sobre ambulantes enviado pelo Executivo foi rejeitado na votação por não ter alcançado a maioria absoluta.

Foram quatro votos contrários, três do bloco de oposição, Alexandre Peres (SD), Arthur Spíndola (PV), Ricardo França (PRP) e, surpreendentemente, o vereador João de Souza (DEM), que é do bloco da situação. Todos os outros vereadores presentes, exceto Chiaparine (MDB), que faltou, votaram favoráveis à mudança, mas não foi suficiente para o projeto passar.

Ao Comando Notícia, no fim da sessão, o vereador disse que foi deixado de lado na discussão do assunto. “Fui pessoalmente e contei um por um dos ambulantes antes dessa proposta e depois eles foram lá e não me envolveram, me deixaram de lado, e aí entendi que deveria votar contra.”

Antes, o assunto tinha sido pauta de discussão entre os líderes de bloco. Peres, da oposição, criticou as alterações. “É preciso dar uma alternativa às pessoas que faziam as vendas ali no Itaici. Com a obra isso vai ficar inviável, mas precisamos dar a oportunidade, principalmente aos desempregados”, disse. Cebolinha, da situação, rebateu. “Essas pessoas tem o Ponto Verde se quiserem trabalhar. Tem apenas uma situação de impasse, mas que será resolvida”, diz.

Inicialmente o projeto foi declarado como aprovado, mas antes do término da sessão, o presidente da Câmara corrigiu a informação e deu o texto como reprovado. Foi a primeira vez que a Prefeitura teve um texto rejeitado em plenário neste mandato, iniciado em 2017.

Projeto. O texto, sancionado com o número 4.289, em 2002, regulamenta o comércio ambulante no município de
Indaiatuba. O prefeito Nilson Gaspar (MDB) pediu para que houvesse uma alteração na lei para a seguinte redação “proibindo a atividade ambulante na Avenida Cel. Antonio Estanislau do Amaral e Rodovia José Boldrini, no trecho compreendido entre o entroncamento com Rodovia SP-75 até após o dispositivo de acesso a entrada do Condomínio Vale das Laranjeiras.”

Bloco de oposição durante a sessão – foto de arquivo/Comando Notícia

fotos: arquivo