CidadesIndaiatuba

Líderes de igrejas vão ser responsabilizados se realizarem cultos em Indaiatuba

por HUGO ANTONELI JUNIOR

Pastores e líderes de igrejas ou entidades religiosas que desobedecerem as recomendações de não realizar cultos podem ser responsabilizados cível e criminalmente em Indaiatuba (SP) informou a Prefeitura na noite de segunda-feira (6). As igrejas podem permanecer abertas e os fiéis podem fazer suas rezas ou orações, mas os cultos – onde há aglomeração de pessoas, principalmente idosas -, não devem acontecer. Além do decreto do Governo do Estado de São Paulo, há o pedido da Prefeitura e a recomendação do Ministério Público da cidade.

Segundo informou a Prefeitura, se houver denúncia de locais de culto com aglomerações, os líderes serão responsabilizados. Houve uma conversa entre autoridades da Prefeitura e pastores por telefone na semana passada, além de uma conversa com o Promotor de Justiça da cidade, que endossou o conselho para que as igrejas não realizem cultos. A maioria delas atendeu recomendações e tem feito cultos pela internet, informou a administração.

Indaiatuba tem nesta segunda (6):

  • 150 notificados
  • 3 casos confirmados
  • 3 casos confirmados via teste rápido
  • 31 casos descartados
  • 116 aguardando resultado
  • 2 casos suspeitos internação clínica
  • 5 casos suspeitos em UTI
  • 4 óbitos com suspeitas para covid-19
  • 3 óbitos descartados para suspeitas covid-19
  • 0 óbitos confirmados

foto: divulgação