CidadesIndaiatuba

Mãe de guardas civis fala sobre orgulho e orações

Ser mãe de policial não é tarefa nada fácil , ainda mais de dois filhos . Quando o desafio é duplo, só mulheres fortes de verdade conseguem desempenhar esse papel com muita dedicação e amor. Essa é a história da dona de casa Santa Pangioni dos Santos de 76 anos. Ela é mãe de oito filhos que geraram,  treze bisnetos e dezoito netos. Os dois filhos que hoje  são guardas civis de Indaiatuba,  e juntos trabalham para proteger a sociedade.

A dupla de irmão sempre sonharam desde de pequenos ser policiais. Os filhos  Paulo Fortunato dos Santos e José Aparecido dos Santos então realizaram  o sonho e juntos ingressaram na corporação da Guarda Civil em 24 de fevereiro de 1992.

 

Dona Santa é muito orgulhosa e ao mesmo tempo acha  lindo em ver os dois filhos trabalhando juntos, mas teme pela vida deles porque estão trabalhando em uma área de risco, ela reza sempre para os anjos da guarda que os livre sempre do perigo, além de colocar eles  todos os dias em minhas orações. O filho José Aparecido contraiu o covid-19 e assustou toda a família, e todos ficaram preocupados, porque a doença é silenciosa e quase sempre fatal, mas Graças a Deus ele se recuperou e hoje esta seguindo a sua vida.

A Dona Santa deseja a todos um feliz Dia das Mães. “E se eu  pudesse daria uma rosa a cada uma delas e também um abraço carinhoso finaliza”.

Por Comando Uno

Foto:divulgação