Indaiatuba

Pais de alunos reclamam de atraso de mais de um mês na entrega de kit alimentação pela Prefeitura de Indaiatuba

Algumas mães de alunos que frequentam as escolas municipais de Indaiatuba (SP) conversaram com a equipe do Comando Notícia na última semana sobre a não entrega do kit alimentação no mês de setembro. Nós procuramos a prefeitura na última quinta-feira (01), mas não fomos respondidos.

Algumas dessas mães disseram que o kit é a principal ajuda do mês para não faltar comida dentro de casa. “é obrigação deles manter data de entrega; o que nós mães temos a ver com a tal da licitação? Eles que se organizam. O que nós estamos reivindicando é nosso de direito. Eles tem que ter compromisso com as famílias e com o dinheiro público”, disse Marta.

Outra mãe comentou que achou um descaso. “… achei um descaso total, porque além de estarmos desempregados, às crianças estão em casa, e precisam comer. Atraso, licitação, pandemia … vai saber. Vamos ver se esse mês eles vão entregar um ou dois kits. Ou então vão deixar a gente mais um mês sem a comida.”

Já a terceira mãe disse que acredita que as entregas deveriam ser diferentes e ter um dia fixo no mês para a entrega dos alimentos. ” Pois pelo menos a alimentação eles devem fixar data tipo todo dia 10; teve umas que disseram que receberam mais foi quase 30 dias de atraso e elas confirmaram.. meti a boca sim, porque faz 41 dias que recebi o outro kit e até agora nada do próximo.. É obrigação deles manter datas e obrigação pois já pagamos muitos impostos .”

O Comando Notícia procurou a administração municipal, via assessoria de imprensa, na quinta-feira (01) para entender o motivo do atraso dos kits e levar a reclamação dos pais e mães de alunos, mas a prefeitura não nos respondeu. Já na última terça-feira (06) a prefeitura de Indaiatuba enviou um release – não só ao Comando Notícia, mas à toda a imprensa se justificando. Segue release abaixo, e na íntegra.

O que disse a prefeitura

A Prefeitura de Indaiatuba distribuiu o Kit Alimentação para os alunos da Rede Municipal até o mês de agosto.

Há dois meses, a Prefeitura está tentando fazer uma nova licitação para continuar a distribuição do Kit Merenda, mas as empresas participantes judicializaram o certame, retardando e impedindo a conclusão do processo. A compra desses kits só pode ser feita através de processo licitatório, dentro dos parâmetros da Lei. A Prefeitura esclarece, ainda, que os recursos destinados para este fim se encontram empenhados, como determina a Lei e não serão destinados para outra finalidade. Novamente a Prefeitura colocou outro edital para a compra desse Kit e espera concluir a licitação para atender os alunos que tanto necessitam dessa ajuda. Queremos crer que todas as representações, que estão gerando estes atrasos, não tenham por trás ações políticas menores que servem a interesses meramente eleitorais.

 

 

Foto: arquivo / Comando Notícia.