Polícia

PM em Sorocaba realiza corrida beneficente para ajudar irmãos com doença rara

O 7° Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), sediado em Sorocaba, realiza, no dia 19 de janeiro de 2020, a 12° Corrida Cel PM Pedro Dias de Campos. O evento, que terá viés solidário, já está com as inscrições abertas. Todo o valor arrecadado será destinado a dois irmãos que possuem uma doença rara e vivem apenas com o pai.
A largada da corrida acontecerá às 8 horas, na sede da unidade, localizada na rua General Mena Baretto, 190. Podem participar do evento homens e mulheres, civis ou militares, com idade a partir de 16 anos, completos até 31/12/2020.
Os valores para a inscrição variam de R$ 55 a R$ 75 e incluem um kit com chip, camiseta e mochila, que serão entregues um dia antes da corrida, no próprio batalhão.
A corrida terá duração máxima de 1h10 e contará com todo o apoio necessário dos órgãos competentes para garantir a segurança dos participantes. Também haverá monitores para orientar os atletas.
Os prêmios serão troféus entregues ao 1°, 2° e 3° lugar de três categorias diferentes: geral feminino/masculino, geral militar feminino/masculino e feminino/masculino por idade.
O evento é realizado e organizado em parceria com a Associação Beneficente 15 de Dezembro e Associação de Atletismo Santi Pegoretti (AASP – Sorocaba) com o apoio de outras empresas.
 
Família beneficiada
A pequena Gabrielli e seu irmão Lucas foram descobertos pela PM de Sorocaba em julho de 2019, quando uma equipe do 7° BPM/I realizava patrulhamento pelo bairro Central Parque.
Na ocasião, as crianças pediram uma foto ao lado dos policiais e confessaram que eram apaixonadas pela PM. No decorrer da conversa com os dois pequenos, a equipe descobriu que ambos sofrem de Distrofia Muscular Progressiva, uma doença rara que deixa os músculos danificados e progressivamente fracos.
Diante disso, os PMs mantiveram contato com o pai das crianças, o senhor Luiz, que sozinho toma conta dos filhos. Comovidos com a situação, os policiais se mobilizaram e conseguiram materiais de construção para reformar o telhado da casa onde vive a família. Além disso, adquiriram cestas básicas, roupas, brinquedos e também providenciaram o tratamento dentário de Gabrielli.

“[A corrida] marca os 108 anos do batalhão, mas, como em todas as edições, também há o objetivo de beneficiar e ajudar entidades assistenciais e pessoas em situações de vulnerabilidade. Tudo o que for arrecadado será revertido à Gabi e sua família como gesto de amor ao próximo e dentro daquilo que a Polícia Militar tem como missão: cuidar das pessoas”, destaca o comandante da unidade, tenente-coronel Aleksander Lacerda.

Faça a sua inscrição para a corrida clicando aqui.