Polícia

PMs de SP ficam em 2º e 3º em curso de atirador de precisão da PF

A Polícia Militar de São Paulo foi destaque no curso de atirador policial de precisão, ministrado pelo Comando de Operações Táticas da Polícia Federal. As aulas tiveram duração de 30 dias e foram concluídas no último dia 8 com dois policiais paulistas entre os três primeiros colocados na classificação geral.
Os protagonistas deste feito foram os cabos Felipe Ribeiro Novaes, do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), e Eder Vicente de Lima, pertencente ao Comando e Operações Especiais (COE), ambos do 4º Batalhão de Policiamento de Choque (CPChq). A dupla alcançou o segundo e terceiro lugar, respectivamente.
“É uma conquista pessoal e profissional. O curso tem um nível técnico alto, além de ser reconhecido internacionalmente. Utilizaremos todos os conceitos e técnicas no nosso cotidiano, que é voltado para salvar vidas e aplicar a lei”, destacou Novaes.
Ao longo do curso, os militares, que exercem atualmente as funções de sniper e observador avançado, realizaram cerca de mil disparos com foco na atuação de incidentes policiais críticos e segurança de autoridades. As aulas começaram em 2 de novembro.
“Somente por meio das ciências policiais, do aperfeiçoamento, estudo e treinamento, vamos transformar a nossa polícia em uma Instituição melhor. Essa é a melhor forma para lidar com nosso dia a dia de trabalho”, disse o comandante do 4º BPChq, tenente-coronel Valmor Saraiva Racorti.