CidadesIndaiatuba

Presidente da Comunidade Farol receberá medalha no aniversário de Indaiatuba

 A medalha João Tibiriçá Piratininga é a maior comenda da municipalidade e este ano será entregue ao fundador e presidente da Comunidade Terapêutica Farol, Elton Oliveira. A sessão solene em comemoração ao aniversário da cidade será realizada sábado, dia 7, a partir das 8h30, no Auditório do Paço Municipal. Na ocasião, o prefeito entregará a Medalha João Tibiriçá Piratininga e do título de Funcionário Padrão da Prefeitura, autarquias e fundações.

A indicação do homenageado foi feita pela Fundação Pró-Memória de Indaiatuba e aprovada pelo Executivo Municipal. A Comunidade Farol funciona como alojamento para os moradores de rua do município e atende homens e mulheres. Os trabalhos são desenvolvidos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, com a proposta de resgatar a integridade do ser humano e oferecer a oportunidade de reintegrá-lo à sociedade. A medalha João Tibiriçá Piratininga é entregue desde 1984, quando entrou em vigor a Lei nº 2.086. O objetivo é homenagear cidadãos que tenham prestado relevantes serviços ao município de Indaiatuba.

O título de Funcionário Padrão da Prefeitura deste ano será do assistente de serviços administrativos Maurício Batista da Silva, 34, da Secretaria de Negócios Jurídicos. Ele ingressou na Prefeitura em 2001, aos 15 anos de idade, como Patrulheiro, sendo efetivado como funcionário público concursado em 2005, no cargo de auxiliar de serviços. Em 2008 passou em um novo concurso para o cargo atual. É técnico em Gestão Empresarial pela Fiec (Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura), bacharel em Administração de Empresas pela Faculdade Max Planck e, atualmente, cursa Direito na Ceunsp (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio).

No Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos), o título de Funcionário Padrão foi para a assistente administrativa Akemi Miyabayashi, 36, que trabalha no departamento de Leitura da autarquia. Ela ingressou no Saae em 2003 e nos 16 anos de carreira prestou serviços como assistente administrativa em vários departamentos como Atendimento, Contabilidade e de Leitura, onde está há 10 anos.

A agente de administração e serviços Maria de Lourdes Peixoto Parra, 70, foi a escolhida pela Fiec para receber o título de Funcionária Padrão 2019. Voltou a estudar depois de ter criado os três filhos e se formou Técnica em Enfermagem e Segurança do Trabalho. Lurdinha, como é conhecida, ingressou na Fundação em 2009 depois de ser aprovada no concurso público para o cargo que ocupa até hoje.

Para concorrer ao título de Funcionário Padrão é necessário ser funcionário efetivo com pelo menos três anos de exercício. Na Prefeitura Municipal o número de candidatos ao título em cada secretaria é proporcional ao número de funcionários lotados. Após uma eleição prévia por meio de votação dos funcionários de cada secretaria, os currículos dos selecionados são analisados por uma comissão julgadora, que define o vencedor. As autarquias e fundações realizam seu próprio processo interno de eleição e seleção do vencedor.

foto: arquivo