CidadesIndaiatubaPolítica

Reinaldo Nogueira é condenado a 23 anos 4 meses de prisão

A Justiça condenou o ex-prefeito de Indaiatuba Reinaldo Nogueira a 23 anos e 4 meses de prisão em regime inicial fechado. A decisão saiu nesta terça-feira (7). Em outra ação penal do MP ele havia sido condenado a 15 anos de prisão por por receber vantagem indevida. O ex-prefeito ainda não se manifestou sobre a condenação.

A ação, ajuizada pelo promotor de Justiça Michel Betenjane Romano, envolveu um caso de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa em fraude na desapropriação de um imóvel na área rural de Indaiatuba. O local originou um distrito industrial destinado às micros e pequenas empresas. O intuito da desapropriação feita pelo ex-prefeito era valorizar o imóvel e tomar posse indevidamente de recursos, de acordo com a acusação.

Nogueira e outros envolvidos são condenados por desvio de recursos públicos municipais desapropriando um imóvel adquirido em 2004 por Leonício Lopes Cruz, pai do ex-prefeito. Em 2006 o bem foi registrado em nome de Adma Patrícia Galacci e transferido para a empresa Bela Vista em 2014, poucos dias antes da desapropriação. Adma e Camila eram sócias da empresa Bela Vista, que tinha como gestor Rogério Soares da Silva. A investigação apontou, ainda, uso da empresa Jacitara, cujo proprietário é Josué Eraldo da Silva, ex-assessor parlamentar de Nogueira. Os demais envolvidos também foram alvo de sentença, mas não se manifestaram até o momento.

A investigação foi iniciada na Promotoria de Justiça do Patrimônio Público de Indaiatuba para apurar supostas irregularidades na expedição, pela prefeitura, de decretos de utilidade pública para fins de desapropriação. Paralelamente à investigação, teve início, por parte do Gaeco – Núcleo Campinas e pelo setor de Crimes de Prefeitos, então coordenado pelo procurador de Justiça Mário Tebet, a apuração criminal dos fatos, já que havia indícios de atuação de pessoas associadas, sob forma de organização criminosa, para o cometimento de diversos crimes.

foto: arquivo/Comando Notícia