CidadesItu

Secretário nega ter chamado crianças autistas de “retardadas”; mãe fez denúncia

O secretário de governo da Prefeitura de Itu, Rodrigo Tomba, negou – via assessoria de imprensa -, que tenha chamado crianças autistas de “retardadas” em uma ligação feita por uma mãe na quinta-feira (12). A confusão começou quando ela ligou na Prefeitura para resolver a questão do transporte público de alunos autistas para uma entidade especializada no atendimento.

Ele disse que “nega essa declaração e está disposto a tomar providências judiciais cabíveis diante da propagação dessa inverdade”. A mãe informou ao Comando Notícia que denunciou o secretário e o prefeito na Delegacia e Promotoria.

Mães disseram que um comunicado foi feito de que não haveria transporte nas férias dos alunos com autismo. Algumas deles resolveram fazer um abaixo assinado na internet para pedir que as vans fossem mantidas durante o período. Uma delas contou que recebeu uma ligação da presidente da entidade na quarta-feira (11) dizendo que estava no gabinete do prefeito e que o abaixo-assinado deveria ser retirado do ar. Com receio, ela cumpriu o pedido, mas lamentou.

A Prefeitura confirmou, via nota, que “tomou ciência pelas redes sociais sobre um abaixo-assinado solicitando a manutenção do transporte escolar durante as férias. No entanto, nenhum pedido formal foi realizado à Prefeitura nesse sentido. Diante disso, a direção foi convocada para reunião e esclareceu que o abaixo-assinado partiu isoladamente da mãe de um aluno, que não representava a entidade.”

Segundo a  Assessoria, a Prefeitura segue o Termo de Convênio firmado que deve “respeitar e cumprir o Calendário Escolar Anual, previamente determinado”. Questionamos se, devido a importância da frequência contínua dos atendidos pela Amai, não há estudos no sentido de dar transportes sem interrupção para os autistas. “Sim, mas não há recursos financeiros para tanto no presente momento”, afirmou a Prefeitura.

foto: divulgação