CidadesSorocaba

Sorveteria aposta em versões do doce para humanos e animais de estimação

O sorvete é um doce tão apreciado que tem até um dia comemorativo: 23 de setembro. E uma sorveteria de Sorocaba (SP) decidiu unir a paixão que as pessoas têm pelo sorvete com o amor pelos animais de estimação.

O estabelecimento trabalha desde a inauguração com o conceito “pet friendly”, abrindo as portas – e o cardápio – aos visitantes de quatro patas.

Espaço compartilhado entre tutores e seus pets permite o consumo de sorvetes específicos. — Foto: Arquivo Pessoal

Além de dividirem espaço com os clientes, os bichinhos também podem consumir picolés feitos exclusivamente para eles.

“O processo de fabricação do sorvete pet é semelhante ao picolé tradicional. Nós batemos as frutas frescas com água potável e colocamos em formas próprias, em seguida inserimos ossinhos comestíveis para servir de base e colocamos para gelar”, explica proprietária Juliana Barbieri.

A ideia deu certo e atrai visitantes da região. A empresária Giovana Ferreira, de Porto Feliz (SP), é cliente fiel da sorveteria e costuma levar o “Chicão”, cão da raça maltês, para provar a iguaria.

“Ele é chatinho para comida, fiquei com medo que ele não gostasse do sorvete, mas me surpreendi. Ele amou e também aproveita o passeio para se refrescar”, conta.

 

A empresária Giovana Ferreira e o seu cachorro Chico são clientes fiéis da sorveteria que oferece espaço compartilhado. — Foto: Arquivo Pessoal

Cuidados

A veterinária Luciana Oliveira explica que o sorvete normal, consumido por humanos, não é recomendado para os animais.

“Os sorvetes humanos podem conter ingredientes que não são recomendados para pets, como açúcar ou adoçante, estabilizantes, emulsificantes, corantes e aromatizantes, além do chocolate, que é tóxico aos pets. Por isso, versões de sorvetes para cães usam ingredientes que não causam problemas, como frutas, carnes e derivados lácteos”, explica.

Por isso, a sorveteria apostou em uma receita que não leva ingredientes que possam ser nocivos aos animais.

“Os sorvetes pet não possuem açúcar, conservantes e corantes e também não levam leite. Utilizamos também ossinhos que servem de base e substituem o palito tradicional de madeira, podendo ser ingerido após tomar o pet tomar o sorvete”, diz Juliana.

Mesmo com um doce feito exclusivamente para os companheiros de quatro patas, a veterinária salienta que é importante o consumo moderado. “Todo tipo de alimento contém calorias, e por isso mesmo os sorvetes para pets devem ser dados de forma moderada, já que o excesso de calorias contribui com o ganho de peso”, finaliza.

Com informações de G1 Campinas

Foto: divulgação.