Política

Vacina contra febre amarela é tema de discussão na Câmara de Salto

SALTO – Na 39ª Reunião Ordinária de 2017, realizada na terça-feira (31), na Câmara da Estância Turística de Salto, o vereador Márcio Conrado (PTC), por meio de requerimento, perguntou ao prefeito de Salto, Geraldo Garcia (PP), se há vacinas contra a febre amarela em quantidade suficiente para atender à demanda do município.

“Apesar de esta cidade estar afastada dos focos de contágio da febre amarela, é imprescindível a garantia de que a população saltense não corre nenhum risco de contraí-la. A febre amarela é uma doença infecciosa grave, ocasionada por um vírus e transmitida por vetores”, afirma.

“Geralmente, quem contrai esse vírus não apresenta sintomas ou, quando apresenta, estes são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas, sendo febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela”, justifica o vereador no Requerimento.

Projetos apresentados pelos vereadores:

– Projeto de Emenda a Lei Orgânica nº 003/2017 – Vereador Edemilson Pereira dos Santos (DEM) – Altera o artigo 112 da Lei Orgânica Municipal (Lei nº 1.382/1990), acrescentando o §5º e seus incisos, que dispõe sobre a criação do Orçamento Impositivo de Emendas Parlamentares individuais na Lei Orçamentária anual da Estância Turística de Salto.

– Projeto de Lei nº 075/2017 – Vereador Vinícius Saudino de Moraes (PSD) – Obriga o Poder Público a divulgar lista detalhada das obras públicas em andamento no Município da Estância Turística de Salto e dá outras providências.

– Projeto de Lei nº 076/2017 – Vereador Edemilson Pereira dos Santos (DEM) – Dispõe sobre a obrigatoriedade, nas agências bancárias na Estância Turística de Salto, da presença de atendimento específico em Língua Brasileira de Sinais – Libras – e da preferência na instalação de equipamentos ou aparelhos utilizados pelos clientes de serviços bancários em Braile – Sistema de Escrita Tátil de pessoas cegas ou de baixa visão.

– Projeto de Lei nº 077/2017 – Vereador Vinícius Saudino de Moraes (PSD) – Estabelece a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos para os doadores de medula óssea e de sangue.

– Projeto de Lei nº 057/2017 – Vereador Edemilson Pereira dos Santos – Dispõe sobre o reconhecimento da Guarda Civil Municipal – GCM da Estância Turística de Salto – com a denominação complementar de Polícia Municipal, considerando a mesma como órgão de força auxiliar de funções e poderes assemelhados aos de polícia administrativa e comunitária. (Discussão e Votação)

– Projeto de Lei nº 058/2017 – Mesa da Câmara – Avenida Ulisses Guimarães – Denominação de via pública entre a Avenida dos Três Poderes e a Avenida Getúlio Vargas – Gleba de terra Rancho Feliz. (Discussão e Votação)

foto: assessoria de imprensa/Câmara Salto