campinasPolícia

“Vários milagres”, diz major atingido em roubo a Viracopos

com informações do G1 Campinas

O major da Polícia Militar (PM) Ricardo Moreira, baleado na perna esquerda durante um tiroteio com cerca de oito criminosos que assaltaram um carro-forte no Aeroporto Internacional de Viracopos, relatou em entrevista à EPTV, afiliada pela TV Globo, pela primeira vez o que viveu e como foi resgatado por um sargento que cruzou a linha de tiro para ajudá-lo. O disparo atravessou a coxa do oficial, mas não acertou nenhum ponto vital. “Médicos disseram que teve um milagre de Deus”, resumiu.

Assim que Moreira desceu da viatura, foi atingido na coxa esquerda por um disparo de fuzil. Em seguida, o sargento Paulo de Tarso Cardoso, também do 47º BPMI, arriscou a vida para ajudá-lo. “Ele saiu do abrigo onde estava, porque não estava comigo, estava nesta outra aglomeração de policiais que estavam abrigados e também trocando tiro com os indivíduos. Ele largou esse abrigo e veio ao meu encontro. Eu já tinha informado que tinha sido baleado”.

“Ele veio na linha de tiro dos marginais, a gente pôde ver os disparos acertando o asfalto na direção dele. Quando ele chegou perto de mim, me ajudou a me abrigar mais ainda. Eu já estava perdendo muito sangue”, lembrou Moreira. Segundo o major, o sargento andou cerca de oito metros sob a linha de tiro. Depois, fez um torniquete no ferimento, o que estancou o sangramento.
“Foi um momento de extrema coragem e amor ao próximo. Aquela vontade de querer ajudar um companheiro tombado”, resumiu o major. Enquanto o sargento atendia o major, o cabo Ademilson Rodrigues da Silva seguiu revidando os disparos dos criminosos para evitar que eles se aproximassem. Silva era o motorista da viatura. Após o tiroteio, os criminosos fugiram e o major foi levado para o pronto-socorro.
foto: EPTV