campinasCidades

Venda de veículos em Campinas enfrenta atraso de até 6 meses para obter documentação do Detran

Donos de estacionamentos que revendem veículos em Campinas (SP) reclamam de atraso do Detran-SP para liberar os documentos de transferência, e afirmam que a demora tem comprometido as negociações no setor.

De acordo com o proprietário Carlos Fortunato, alguns carros da sua loja estão há seis meses parados pela falta da documentação. O problema ocorre devido à necessidade de atualização dos dados para viabilizar um financiamento. Cerca de 100 automóveis estão à espera da liberação da transferência.

O comerciante Luís de Salve se queixou de mudanças no sistema, e explicou que até julho os compradores encontravam os carros prontos para serem transferidos.

“Eles [Detran] emitiam um protocolo para você voltar lá e retirar essa documentação já pronta. Eles criaram esse processo online e nós tentamos várias vezes dar entrada, mas não conseguimos. Procuramos o despachante e, através do despachante, um ou outro [veículo] foi liberado, mas a maioria, está tudo parado, disse Luís.

Como o laudo de transferência tem validade de um mês, Jeferson Pires, dono de outra revendedora, precisou pagar novamente os R$ 120 da documentação, por veículo, devido à demora na liberação do Detran. Ele também contou que possui 16 automóveis que não podem ser comercializados.

Segundo Pires, os clientes preferem que a papelada esteja pronta antes da compra. “Desde que o problema começou, eu deixei de vender uns dez carros.”, lamenta.

O que diz o Detran?

 

O Detran informou que os atendimentos e as entregas dos documentos estão sendo agilizados por meio de um sistema drive-thru no Poupatempo de Campinas.

Além disso, começou uma força-tarefa para acertar os prazos. O órgão afirma que a demora acontece por conta da pandemia do novo coronavírus, que obrigou fechar os postos.

Com informações G1 Campinas

Foto: Reprodução/EPTV1