Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/includes/action.php on line 305

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/plugins/bingo-ruby-core/includes/social.php on line 984

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/includes/action.php on line 305

Notice: Trying to get property 'post_excerpt' of non-object in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/templates/template_single_post.php on line 1084

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/includes/action.php on line 305

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/includes/action.php on line 305

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/templates/template_single_post.php on line 748

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/templates/template_single_post.php on line 749

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /home/u135683697/domains/comandonoticia.com.br/public_html/wp-content/themes/bingo-new/templates/template_single_post.php on line 750
CidadesIndaiatubaPolítica

Corrupção: candidatos a federal Clelia, Maropo, Spíndola e Wolf revelam propostas

O combate à corrupção é o primeiro tema tratado pelos candidatos a deputado federal de Indaiatuba no Comando Notícia. A série de entrevistas com os postulantes ao cargos em São Paulo começou na quinta-feira (20) com o tema “geração de emprego”.

Por ordem alfabética, responderam ao questionário Clelia Santos (PRTB), Felipe Maropo (Psol), Ricardo Spíndola (Avante) e Rinaldo Wolf (PT). Hélio Ribeiro (PSB) não respondeu. A série de entrevistas será publicada todos os dias até a semana da votação, inclusive aos sábados e domingos. O tema dos candidatos a estadual neste sábado, dia 22, será “impostos”.

Quais são as suas propostas no combate à corrupção?

Clelia Santos (PRTB)

“Quero trabalhar junto às ideias anti-corrupção do grupo Transparência Internacional do Brasil. Que atualmente escreveu mais de 200 ideias para ajudar nosso Brasil.”

Felipe Maropo (Psol)

“Fim do Foro Privilegiado; Criar dispositivos rigorosos para partidos políticos envolvidos em lavagem de dinheiro; Criar dispositivos rigorosos para empresas públicas e privadas envolvidas em lavagem de dinheiro; Defender a criação de um sistema nacional de controle social e integridade pública; Ampliação da participação da sociedade civil nos processos políticos – democracia popular; Desburocratização do Estado, com efetiva transparência; Criar o Programa de Prevenção da Corrupção na Gestão Municipal; Auditoria patrimonial aleatória em agentes públicos; Exigência de compliance em licitações; Aperfeiçoar a cooperação jurídica internacional.”

Ricardo Spíndola (Avante)

“Fui escolhido para assinar o pacto anticorrupção que estabelece 70 medidas, originadas na operação lava jato, para combatermos este câncer a nível nacional. Entre as principais propostas destaco: Aumentar penas para crimes de corrupção; Criar procedimentos padrões para questionar riquezas e verificar origem de dinheiro suspeito; Criminalizar corrupção privada; Reduzir foro privilegiado; Criminalizar caixa 2 eleitoral; Criar Sistema Nacional de Combate a Corrupção.”

Rinaldo Wolf (PT)

“O Brasil só combaterá a corrupção quando fizer uma reforma do poder mais corrupto que temos, justamente o Poder Judiciário. Temos que eliminar privilégios, favorecer o ingresso e a ascensão nas carreiras do Sistema de Justiça a todos os segmentos da população, em particular, daqueles que são vítimas históricas de desigualdades e opressões. O combate a corrupção tem que vir de cima pra baixo. Usar de “mecanismos legais” pra se promover é a pior corrupção mascarada que existe. Lutaremos contra o fim do auxilio moradia pra magistrados, redução do período de férias de 60 pra 30 dias por ano, acabar com a justiça hermenêutica, ou seja, escolher quem vai pra cadeia e quem não vai e temos que instituir ouvidorias externas no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), ocupados por pessoas que não integram as carreiras, ampliando a participação da sociedade para além das corporações do sistema de Justiça.”

fotos: divulgação