CidadesIndaiatuba

Indaiatuba retoma as aulas presenciais no dia 8 de fevereiro

M2081S-1029

Conforme o Comando Notícia adiantou em dezembro, a Rede Municipal de Ensino de Indaiatuba iniciará o ano letivo de forma presencial no dia 08 de fevereiro. A data vale para o Ensino Fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos), Pré-escola e Creches, somente Maternal II. A Secretaria Municipal de Educação seguirá um plano de volta às aulas que, inicialmente, atenderá 20% dos alunos de forma presencial, com revezamento de atividades presenciais e remotas. As escolas municipais seguirão o Protocolo de Segurança e todas as orientações do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Novo Coronavírus.

A proposta é iniciar o ano letivo com atividades de integração mantendo 20% dos alunos em sistema presencial. Essa porcentagem subirá para 50% a partir de março, caso o município esteja na fase amarela do Plano São Paulo de Retomada Consciente, possibilitando alternar com uma semana de ensino presencial e uma semana de atividades pedagógicas em casa.

Nas escolas de período integral os alunos terão aulas no ensino regular e também nas oficinas, respeitando as fases do Plano São Paulo de Retomada Consciente e rodizio entre a quantidade de alunos.

Nesta semana, todos os funcionários docentes e não docentes da Rede Municipal de Ensino farão um curso EaD sobre o Protocolo de Segurança na volta às aulas. Cada escola construirá o próprio Protocolo de Retorno Presencial, com a participação de professores, funcionários e pais, por meio do conselho de Escola, que deverá ser aprovado pela Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, e pela Secretaria da Educação.

No retorno, os alunos receberão máscaras e garrafinha para água. O lanche também será servido embalado para os alunos.

Indaiatuba está classificada na fase laranja do Plano São Paulo de Retomada Consciente. Segundo Resolução Seduc nº 11/21, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 26 de janeiro, nos termos do Decreto Estadual 65.384/20, para a retomada das aulas e atividades presenciais nas fases amarela e laranja, a presença dos estudantes em sala de aula está limitada a até 35% do número de alunos matriculados; na fase amarela até 70%; e na fase verde é admitida a presença de até 100% dos alunos.

A Resolução também complementa que as atividades escolares presenciais serão obrigatórias na fase amarela, verde e azul, seguindo as porcentagens de ocupação das salas de aula e todos os protocolos de segurança. Nessas fases, as atividades escolares de forma remota somente serão disponibilizadas para alunos do grupo de risco, mediante apresentação de atestado médico, e alunos que estejam com sintomas ou que tenham contato com familiares com sintomas da Covid-19.

Foto: divulgação