CidadesIndaiatuba

Prefeito prometeu acelerar a obra, mas não cumpriu, dizem comerciantes de Itaici

HUGO ANTONELI JUNIOR

As obras de Itaici, em Indaiatuba (SP), continuam em ritmo lento, relatam os comerciantes da avenida Coronel Antonio Estanislau do Amaral ao Comando Notícia. “O prefeito prometeu que haveria mais funcionários e que tudo andaria mais rápido, mas isso não aconteceu”, diz um deles.

“A gente entende que depois do acidente e da morte tudo deu uma parada, mas na semana passada a obra praticamente não andou. Seguem os mesmos quatro funcionários no início da obra para quem desce e alguns aqui embaixo, nada mudou, mesmo com a promessa deles”, diz.

Em nota, a Prefeitura de Indaiatuba informou, via assessoria de imprensa que “não houve nenhuma promessa por parte da Prefeitura no sentido de aumentar funcionários. Foi solicitado à construtora que intensificasse o ritmo de serviço. Eles estão dentro do cronograma e trabalham em frentes diversas, distribuindo os  funcionários na ponte, fazendo as calçadas, na drenagem e outros serviços”.

A justificativa prossegue com “a Administração Municipal reforça que é uma obra bastante complexa, que envolve a duplicação da alameda, a construção de uma travessia sobre o Rio Jundiaí, troca de galerias de água antigas, instalações de  galerias pluviais, realocação de rede de iluminação pública, entre tantas outras intervenções. Tudo isso, em dois quilômetros de via. Não podemos esquecer, também, que estamos em um período de chuvas intensas, o que atrapalha o andamento de alguns serviços.

Iniciada em junho, a duplicação da Alameda Coronel Antônio Estanislau do Amaral terá o custo de R$ 8 milhões e o prazo contratual para a conclusão dos serviços é de um ano e meio, ou seja, novembro deste ano. Além do aumento de faixas na via, será construída outra ponte no Rio Jundiaí com mais duas novas faixas de rolamento. A via de 2,1 quilômetros terá quatro faixas de rolamento em toda a sua extensão.

fotos: Reginaldo Rodrigues/Comando Notícia