IndaiatubaPolítica

Prefeitura processa jornalista Hugo Antoneli Junior, do Comando Notícia

HUGO ANTONELI JUNIOR

A Prefeitura de Indaiatuba (SP) entrou no dia 31 de maio com uma ação contra o jornalista Hugo Antoneli Junior por uma reportagem que trata dos gastos públicos com uma campanha em redes de televisão, rádio e jornais impressos da cidade e a região. A informação foi tornada pública pelo deputado estadual Bruno Ganem (Podemos) na tarde desta terça-feira (11) no Facebook [assista abaixo] e foi confirmada pela reportagem do Comando Notícia com algumas fontes, porém, ainda não houve a notificação oficial sobre o caso.

Na reportagem em questão, o Comando Notícia trouxe a público os gastos públicos em uma campanha em que a Prefeitura investiu R$ 236 mil, principalmente em redes de televisão regionais, com sede em Campinas (SP). Foram divulgadas “90 obras terminadas e 40 em andamento”, como se a Prefeitura estivesse pagando R$ 2 mil para divulgar cada obra que diz ter feito.

O Comando Notícia através dos sócios informa aos leitores que tomará ciência dos autos do processo e que aguarda a notificação para tomar as devidas providências. O que é possível dizer neste momento é que a notícia é uma surpresa aos membros e aos fãs, principalmente porque em nenhum momento a Prefeitura de Indaiatuba realizou nenhum pedido de direito de resposta – como é de praxe no jornalismo e como tem sido praticado desde que o Comando Notícia começou os trabalhos, em 2016.

Nem a assessoria de imprensa ou da própria Secretaria de Relações Institucionais, que tem os contatos tanto do jornalista responsável quanto do diretor comercial, entraram em contato ou pediram a correção de dados que possam acreditar estar errados. É bom frisar que em algumas reportagens anteriores que saíram com erros, houve o pedido da Prefeitura para a correção e todos foram devidamente e prontamente atendidos.

Portanto é com perplexidade que recebemos a notícia de que a Prefeitura acionou a Justiça contra o principal meio de comunicação da cidade. Nos próximos dias traremos à tona o teor da interpelação, as justificativas e, assim que notificados, daremos as devidas respostas legais, sempre dizendo ao público o que está acontecendo. O que parece, mas não queremos acreditar por enquanto, é que a Prefeitura tenta intimidar de forma antidemocrática a imprensa livre de Indaiatuba, indo contra a Constituição Brasileira, que garante o direito de liberdade plena à imprensa.

foto: Reprodução/Comando Notícia