CidadesIndaiatuba

Professores rejeitam proposta da Prefeitura em assembleia

HUGO ANTONELI JUNIOR

Antes da caminhada contra a reforma da Previdência na manhã desta sexta-feira (22), os professores participaram de uma assembleia na sede do sindicato local (Apeoesp) para discutir a proposta da Secretaria Municipal de Educação de reajuste para a data-base 2019. A Prefeitura de Indaiatuba (SP) ofereceu 3,5%, de acordo com a Apeoesp.

Os professores decidiram não aceitar e uma nova reunião entre os representantes deve acontecer nas próximas semanas. O reajuste pedido, que já foi de 4,17%, está em 3,94%. O sindicato oficiou a Prefeitura sobre a decisão. A assessoria de imprensa da administração informou antes disso que “aguarda o posicionamento do sindicato.”

A representante da Apeoesp, Jaqueline Francisco, falou ao Comando Notícia. “Os professores entendem que o valor (3,5%) que o prefeito ofereceu não atende a inflação do período de de fevereiro a fevereiro, então, estamos pedindo 3,94%. A gente entende não é tão absurdo. Então, a assembleia deliberou neste sentido. Estávamos pedindo a base nacional, que é de 4,17%, mas estamos aceitando 3,94%”, afirma. Veja a fala completa no vídeo abaixo a partir 1:14:44.

foto: Benedito Fonseca