CidadesIndaiatuba

Romeiro fala sobre seus 29 anos na caminhada de fé entre Indaiatuba e Pirapora

JOSEANE MIRANDA

Um dos romeiros mais antigos de Indaiatuba (SP) falou ao Comando Notícia sobre a Romaria a pé até Bom Jesus de Pirapora que acontece neste Feriado de Sexta-feira Santa, dia 19. Ademar Akaboshi, de 66 anos, mora na cidade desde 1960 e declara que se considera um indaiatubano. Ele participou da primeira Romaria a pé até Pirapora no ano de 1991 como convidado de honra. O romeiro diz com alegria que 29 anos depois continua participando do evento “movido pela fé, solidariedade e fraternidade”.

“O maior intuito é ajudar, motivar os participantes peregrinos nessa empreitada que não é fácil atingir os objetivos. A semana Santa é o período da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo; período de muita oração, abstinência, reflexão e meditação sobre todo o sofrimento que passou o nosso Senhor Jesus Cristo”. No início a Romaria era chamada de Caminhada da Sexta-feira Santa e depois passou a chamar Romaria.

Folder da 1ª edição da Romaria quando o evento recebia o nome de Caminhada a pé até Pirapora.

Preparação

O romeiro conta ao Comando Notícia como se prepara para a caminhada de 78 quilômetros. A previsão de chegada à Igreja de Bom Jesus de Pirapora e às 4h30 de sábado, dia 20. Ele faz parte da equipe que organiza a caminhada de fé e atua como colateiro. “Sou participante na caminhada na culatra última da fila o que acompanha os últimos. Temos como referência os ponteiros e nós colateiros”, explica.

A preparação para o percurso de 78 quilômetros acontece durante todo o ano. A alimentação de Ademar é a do dia a dia da maioria dos brasileiros: arroz, feijão, salada e uma porção de carne. No entanto, a prática de atividade física é constante. Cerca de dois meses antes da Romaria o romeiro intensifica a preparação e se preocupa principalmente com o calçado que será usado no longo trajeto. Ele diz que o calçado amaciado é fundamental.

“Eu faço atividades físicas regularmente tenho por hábito caminhar e também sou ciclista. Para sofrer um pouco menos com a Romaria uns dois meses antes se eu ainda não estiver um calçado pronto eu preparo um confortável e habituado para caminhada. Eu pratico caminhada umas três vezes por semana e aumento o tempo e percurso das caminhadas para preparar o pisante. Tem que ser o mais confortável possível para que eu laceie e fique amaciado. Eu fico com o calçado programado para a viagem o maior tempo possível, mesmo após o treino de caminhada”, detalha.

Ademar Akaboshi participou de todas as edições da Romaria a Pirapora

O experiente romeiro diz que expectativa para a caminhada de fé deste ano são as melhores possíveis. “Tudo na Romaria é importante desde a benção do padre Francisco, o famoso padre Xico. A equipe de apoio na distribuição e águas e frutas durante o trajeto faz um trabalho muito importante. Hora do lanche também o horário do almoço, e janta e culminando com a chegada na madrugada ao santuário do Bom Jesus as orações e bênçãos finais”, afirma.

Ele tem especial carinho pela oração das 15h que ocorre durante a Romaria. A organização diz que a romaria tem um aumento do número de participantes em torno de 10% e é preciso muita dedicação para atender os participantes da jornada com segurança.

Programação. A 29° Romaria de Pedestres de Indaiatuba a Pirapora do Bom Jesus acontece no dia 19 de abril. A programação prevê a saída da Romaria de pedestres ao meio-dia da Sexta-feira Santa. Uma hora antes os romeiros receberão a benção na Igreja Santa Rita de Cássia pelo padre Xico.

fotos: arquivo pessoal/divulgação