Polícia

Guardas recebem homenagem na Câmara por ato de bravura

HUGO ANTONELI JUNIOR

INDAIATUBA – Os guardas Daniel Chrystian Corrêa e Maurício Scatolin receberam moção por ato de bravura na sessão de Câmara desta segunda-feira (6). Os dois impediram que uma moradora do Parque Campo Bonito cometesse suicídio. O caso aconteceu no início de outubro, mas foi tornado público apenas no final do mês, com a divulgação do Comando Notícia.

Os guardas tiveram que pular a janela do apartamento para salvar a mulher de se cortar e tomar remédios. Eles contaram tudo na reportagem publicada no dia 21 de outubro, inclusive que tiveram que correr riscos na integridade física para arrancar a faca da mão dela.

A moção foi apresentada pelo vereador Ricardo França (PRP) e aprovada por unanimidade pelo plenário. “Eles recebem isso por ato de bravura, porque se mantiveram calmos para resolver a situação. A Guarda de Indaiatuba está de parabéns porque executa um trabalho de excelência”, disse o vereador.

câmara ricardo guardas

Outra moção apresentada foi ao grupo Mustela Volks, de autoria da vereadora Silene Carvalini (PP), congratulando o grupo de admiradores de fuscas pelo evento Fest Fusca, realizado na semana passada no Pavilhão da Viber. Ela também apresentou moção para os organizadores do evento Desfile das Mulheres Guerreiras, do Volacc.

Moções também foram dadas pelo presidente da casa, Hélio Ribeiro (PSB), aos alunos Maurício Seiji Shinhe, Carlos Henrique Marciano, Maria Clara da Silva Lopes e  Esther Cristina Pereira por participação em um concurso de desenho, e ao Rotary Club Indaiatuba por um evento realizado no último dia 16; do vereador Luiz Carlos Chiaparine (PMDB) para todos os médicos da cidade pelo dia deles, lembrado no dia 18 do mês passado, e à igreja Assembleia de Deus Ministério de Madureira por um congresso; do vereador João de Souza, o Januba (DEM) ao Grupo de Ajuda dos Amigos Deficientes de Indaiatuba (Gaadin); do vereador Arthur Spíndola (PV) para o Topázio Cinemas pelos 55 anos

mustela na camara

Outro caso

Dois integrantes da Romi, da Guarda Civil de Indaiatuba, impediram um suicídio em uma passarela que atravessa a rodovia Santos Dumont, SP-75. Eles tiveram que subir na grade de proteção, conversar com o rapaz e convencê-lo a descer de lá. Deu tudo certo e eles também receberam moção na Câmara de vereadores.

DSC_1103 cópia cópia

Foto: Hugo Antoneli Junior/Comando Notícia